Invent


CHRISTIAN DIOR, COUTURIER DU RÊVE no Musée des Arts Décoratifs

A expo da Dior (Foto: Adrien Dirand)

A expo da Dior (Foto: Adrien Dirand)

Christian Dior, couturier du rêve, no Les Arts Décoratifs, de julho de 2017 à 7 de janeiro de 2018

Resultado de imagem para affiche CHRISTIAN DIOR, COUTURIER DU RÊVE au Musée des Arts Décoratifs

O Musée des Arts décoratifs celebra o aniversário de  70 anos da criação da Maison Christian Dior . Esta exposição, rica e densa, convida os visitantes a descobrir o mundo de seu fundador e de costureiros de renome que o sucederam: Yves Saint Laurent, Marc Bohan, Gianfranco Ferré, John Galliano, Raf Simons e Maria Grazia Chiuri recentemente. Emoções, histórias vividas, afinidades, inspirações, criações e afiliações conectam esta seleção de mais de 300 vestidos de alta costura concebidos de 1974 até nossos dias.

Mais de 300 vestidos , centenas de ilustrações, esboços, fotos e artigos de moda, chapéus, jóias ou frascos de perfume  estão expostos para nos contar a história da casas mais famosas costura francesa.

Plus de 300 robes Dior, de l’époque du célèbre couturier à nos jours, sont exposées au Musée des Arts décoratifs à Paris à partir du 5 juillet pour une grande rétrospective, à l’occasion du 70e anniversaire de la maison. (AFP/CHARLY TRIBALLEAU)

Dividida em duas gigantes alas, a mostra celebra os 70 anos da maison e revisita criações dos sete estilistas que comandaram o ateliê.

Temas como Colorama e Petit Trianon exploram as diversas inspirações por trás das criações da grife, desde o uso preciso de todas as cores à estética do século 18.

 


 

 

Fontes:

http://www.lesartsdecoratifs.fr/francais/musees/musee-des-arts-decoratifs/actualites/expositions-en-cours/mode-et-textile/christian-dior-couturier-du-reve/

https://www.sortiraparis.com/arts-culture/exposition/articles/139369-christian-dior-l-exposition-au-musee-des-arts-decoratifs-photos-et-videos

http://vogue.globo.com/lifestyle/noticia/2017/07/um-giro-pela-exposicao-christian-dior-couturier-du-reve.html

http://www.leparisien.fr/flash-actualite-culture/retrospective-dior-au-musee-des-arts-decoratifs-pour-les-70-ans-de-la-maison-07-06-2017-7027392.php

https://www.timeout.fr/paris/art/christian-dior-couturier-du-reve

http://www.vogue.fr/culture/a-voir/diaporama/exposition-christian-dior-arts-decoratifs-paris-70-ans/42710#hristian-dior-robe-junon-haute-couture-automne-hiver-1949_image1

http://www.francebillet.com/place-spectacle/manifestation/Exposition-CHRISTIAN-DIOR–COUTURIER-DU-REVE-DIOR.htm#/calendrier/

https://www.dior.com/diortv/pt_br/videos/a-maison-dior/exposi%C3%A7%C3%A3o-christian-dior-couturier-du-r%C3%AAve-gama-de-cores

Read more...


“Luxe,Cuir et Volupté ” – livro sobre sapatos

 Um novo livro sobre sapatos: “Luxe,Cuir et Volupté”, um verdadeiro guia dos sapatos de luxo, que conta toda a história deste “acessório” feminino que tem um efeito de adoração nas mulheres e fascinação nos homens.

Resultado de imagem para Luxe,Cuir et Volupté”, livre

Resultado de imagem para Luxe,Cuir et Volupté”, livre

O que dizem sobre o livro:

«Sachant qu’une femme n’a jamais assez de chaussures et qu’un homme ne comprend pas ce postulat, on affûte nos arguments en se plongeant dans ce livre beau et captivant.»
AVANTAGES
«Le guide ultime sur l’histoire de la chaussure, richement illustré et conçu par les spécialistes fashion du Victoria & Albert Museum.»
GRAZIA.FR
«Amoureux de la chaussure, ce livre est pour vous !»
TV5 MONDE, «Tendance XXI» par Viviane Blassel
“Luxe cuir et volupté, histoire de la Chaussure” d’Hellen Persson, Cally Blackman, Hilary Davidson, Valerie Steele et Elizabeth Semmelhack aux éditions Flammarion
Prix : 34,50 euros. Site : www.librairieflammarion.fr
Resultado de imagem para Luxe,Cuir et Volupté”,

Resultado de imagem para Luxe,Cuir et Volupté”,

Luxe, Cuir et Volupté
Ediçoes Flamarion

 

Fonte:

http://lulacerda.ig.com.br/paris-por-paulo-pereira-80/

http://www.journaldesfemmes.com/mode/shopping-mode/1444610-beau-livre-mode-noel-2015-selection/1444955-luxe-cuir-et-volupte-histoire-de-la-chaussure

Read more...


Museu Gustave Moreau

Musée Gustave-Moreau foi todo reformado e abriu recentemente suas portas ao público.

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Au 14, rue de La Rochefoucauld dans le 9ème arrondissement de Paris se situe la maison familiale du peintre symboliste Gustave Moreau (1826 – 1898).

Antiga residência do grande pintor, com inúmeras obras de arte e mobiliário de época, o museu oferece, toda quinta-feira, uma visita guiada superinteressante e intimista que conta toda a história da vida e trabalho do pintor, o que dá maior proximidade às obras do artista. Atores da Comédie-Française, uma vez por mês, leem textos de escritores e poetas franceses.

Resultado de imagem para gustave moreau maison
Gustave Moreau foi um artista não apenas francês, mas parisiense do século XIX. Se a sua obra resta talvez relativamente  desconhecida no Brasil, vale lembrar que ele foi igualmente professor na escola de Belas Artes de Paris e teve como alunos outros artistas que se tornaram celébres, como Matisse.
Resultado de imagem para gustave moreau retrato
Gustave Moreau é filho de  pai arquiteto e aprendeu com esse a história clássica e a mitologia, tão presente na sua obra. De saúde frágil quando criança, foi muito protegido pela mãe e desde muito cedo desenhar era o seu principal lazer. Como muitos artistas de seu tempo, sua obra é romântica, acadêmica, com uma pintada de “italianismo” ( desde cedo ele visitou a Itália, de onde voltou apaixonado), mas acima de tudo eclética. Ele não tinha como objetivo reproduzir a realidade em suas obras. Mas é muito difícil colocar o seu trabalho em uma só categoria, até hoje aparentemente ninguém conseguiu fazê-lo.
Ele fazia parte da alta burguesia da época e frequentava os grandes salões de condes e duquesas. Sua obra era muito admirada por personagens literários, dentre eles Oscar Wilde e Marcel Proust. Ou seja, era mais admirado pelos intelectuais do que pelo “povão”.
Resultado de imagem para gustave moreau retrato
Auto Retrato, óleo sobre tela por Gustave Moreau
A casa que ele adquiriu em 1852 e na qual viveu primeiro com seus pais e mais tarde sozinho (após o falecimento deles) tinha um atelier, e ele desde cedo se preocupava em relação ao fim que seria dado aos seus trabalhos. Então aparentemente ele sempre quis que a casa se  tornasse um museu, e preferiu conservar a maior parte do seu trabalho, que ele queria que fosse apresentado junto, para que as pessoas pudessem ter uma idéia de como ele era em vida. Pouco antes da sua morte a casa passou por importantes reformas, conservando o primeiro andar, mas o segundo e o terceiro foram transformados em grandes salas luminosas e espaçosas para acolher o seu trabalho.
Ele então “morava” no primeiro andar, considerado o seu apartamento:
Resultado de imagem para gustave moreau maison

En janvier 2015, le musée Gustave Moreau, lieu d’exception créé par l’artiste lui-même, a révélé au public son rez-de-chaussée magistralement réhabilité.

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Vue du Cabinet de Réception de Gustave Moreau

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Seu quarto

Resultado de imagem para gustave moreau maison

 Le premier étage nous présente ses souvenirs familiaux les plus précieux : mobiliers, …

Resultado de imagem para gustave moreau maison

beaudoir

Boudoir

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Vue du boudoir à la mémoire d’Alexandrine Dureux

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Musée Gustave Moreau

Mas o segundo andar é fabuloso com centenas de trabalhos do artista, de todos os tamanhos e de todos os tipos: pinturas, desenhos, gravuras e mesmo esculturas.
 

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Vue de l’atelier de Gustave Moreau au 2e étage du Musée Gustave Moreau

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Essa bela escada leva ao terceiro andar:

Resultado de imagem para gustave moreau maison

escalier en spirale menant au troisième étage de la maison-musée Gustave Moreau

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Vue de l’atelier de Gustave Moreau au 3e étage du Musée Gustave Moreau

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Vue du meuble à aquarelles dans l’atelier de Gustave Moreau au 3e étage 

É uma ótima dica para os amantes de arte.

Apesar do Museu ser relativamente pequeno, é necessário no mínimo uma hora para admirar tudo, pois cada peça é realmente repleta de lembranças e obras do artista. Para se ter uma idéia, grandes móveis abrigam gavetas com centenas e centenas de pequenas pinturas ou desenhos de Moreau.
No total, são cerca de 850 pinturas (incluindo aquarelas e cartons) e cerca de 15 mil desenhos.

Au 14, rue de La Rochefoucauld dans le 9ème arrondissement de Paris se situe la maison familiale du peintre symboliste Gustave Moreau (1826 – 1898). Dans cette maison modeste et d’aspect provincial qu’il possédait depuis 1852 et où il avait vécu avec ses parents, l’artiste travaillait au troisième étage.

A la fin de sa vie, seul après la disparition de ses proches, Gustave Moreau a l’idée de créer un musée pour son œuvre. Il mûrit lentement ce projet et conserve avec lui la plupart de ses peintures, qu’il retravaille sans cesse et entasse rue de La Rochefoucauld. En 1895, Moreau décide d’entamer les travaux nécessaires. Il conserve l’appartement du premier étage, chargé de tant de souvenirs, et les pièces correspondantes du rez-de-chaussée mais sacrifie les deuxième et troisième étages de la maison afin de les remplacer par de vastes ateliers vitrés offrant le plus d’espace possible.

Le musée de Gustave Moreau est conçu comme un « grand œuvre » où tous les thèmes traités par le peintre devaient être présents. L’élégant escalier en spirale menant du second  au troisième étage s’impose comme l’un des chefs d’œuvres architecturaux du lieu. L’atelier du deuxième étage accueille les toiles de grande dimension ainsi que de nombreux dessins et des maquettes de sculptures en cire. Celui du troisième étage donne la part belle aux compositions mythologiques, aux personnages légendaires et aux couleurs flamboyantes.

Avant même d’avoir pris la décision de transformer sa maison pour qu’elle devienne l’actuel musée, Gustave Moreau envisageait de conserver en un « petit musée sentimental » les pièces de vie du premier étage où il avait vécu heureux avec ses parents. Le visiteur évolue entre la salle à manger où est entreposée une sublime collection de céramiques; la chambre de Moreau qui regroupe les souvenirs de famille; le boudoir consacré aux souvenirs d’Alexandrine Dureux, l’amie trop tôt disparue dont il avait racheté le mobilier, et le cabinet de réception où sont réunis des livres rares et des objets précieux, insolites, soigneusement recueillis par Moreau tout au long de son existence. Il ne s’agit donc pas de l’appartement tel que l’occupaient les parents de Gustave Moreau mais d’un véritable aménagement symboliquement orchestré par l’artiste autour de ses souvenirs et de ceux des êtres chers. Tout y est conservé ou restauré à l’identique, faisant entrevoir au visiteur les fastes d’un siècle révolu, en toute intimité.

 

Resultado de imagem para gustave moreau maison

Museu Nacional Gustave Moreau

14 rue de La Rochefoucauld
75009 PARIS
Metrô trinité ou Saint Georges
http://www.musee-moreau.fr/

Horaires
Du mercredi au lundi : 10h – 17h15
Fermé le mardi et les jours fériés
A partir du 27 juin 2012, coupure entre 12h45 et 14h les lundis, mercredis et jeudis

Tarifs
Plein tarif : 6,50 €
Tarif réduit : 4,50 €
Gratuit pour les moins de 18 ans, les moins de 26 ans ressortissants de l’U.E. et le premier dimanche de chaque mois.

Fontes:

http://en.parisinfo.com/paris-museum-monument/71431/Mus%C3%A9e-national-Gustave-Moreau

http://lulacerda.ig.com.br/

http://viverplenamenteparis.blogspot.com.br/2012/06/gustave-moreau-atelier-e-casa-do.html

https://www.babelio.com/liste/4637/Gustave-Moreau-en-son-musee

http://roughdreams.fr/2012/05/musee-gustave-moreau/

http://www.parissurunfil.com/gustave-moreau-maison-musee-oeuvre/

http://artiststudiomuseum.org/studio-museums/musee-gustave-moreau/

http://www.bigmammy.fr/archives/2013/04/27/27016393.html

http://www.goodmorningparis.fr/blog/museums/gustave-moreau-a-unique-museum-in-paris/

Read more...


Jimmy Choo em Paris

Seus sapatos são como joias, enquanto os outros todos são bijuterias. Os materiais são de primeira e há sandálias de seda, outras com couro de crocodilo, com detalhes surpreendentes como laços de veludo e fivelas de repletas Swarovski. Queridinha das celebridades, suas criações são presença obrigatória nos tapetes vermelhos e virou referência pop em filmes como “O Diabo Veste Prada” e até em uma música de Beyoncé. Essa é a descrição mais fiel da bem sucedida marca de luxo JIMMY CHOO, cujos produtos revelam exuberância através do trabalho artesanal.

Resultado de imagem para jimmy choo

Resultado de imagem para jimmy choo

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris Rue Saint-Honoré.

Nos últimos anos, enquanto muitas marcas se debateram para driblar a crise mundial, o principal desafio da JIMMY CHOO foi conseguir atender uma demanda crescente de aficionados pela marca e aumentar sua linha de produtos, como por exemplo, em 2011, quando lançou a primeira coleção de sapatos masculinos, e sua primeira linha de perfumes. Além disso, inaugurou uma segunda loja em Paris na Rue Saint-Honoré.

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris Rue Saint-Honoré.

A loja de Paris possuía todos os elementos da marca JIMMY CHOO: uma ala VIP, mais espaço para exibir os produtos e uma localização privilegiada, ao lado de marcas como a Colette e hotéis como o The Ritz Carlton.

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris Rue Saint-Honoré.

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris Rue Saint-Honoré.

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris Rue Saint-Honoré.

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris Rue Saint-Honoré.

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris Rue Saint-Honoré.

A França é atualmente o segundo maior mercado da marca inglesa, depois do Reino Unido. Fora da Europa, a JIMMY CHOO inaugurou lojas em Macau, Pequim, Tóquio e Los Angeles. Além disso, outras unidades foram inauguradas na Arábia Saudita, Dubai e Hong Kong. Mais recentemente, em 2014, além de abrir capital na Bolsa de Valores para ampliar sua expansão global, com o objetivo de melhorar o posicionamento de luxo da marca e criar uma oferta mais personalizada para seus clientes, foi lançado o serviço Made to Order, que oferece a possibilidade de customizar alguns modelos de sapatos. O exclusivo serviço oferece sapatos customizáveis com diferentes cores, materiais (cetim, camurça, lantejoulas ou peles exóticas) e até altura de salto. O toque final deste serviço inédito: cada par de sapatos pode ser decorado com um monograma com as iniciais à escolha de cada cliente. Este ano também foi marcado pelo lançamento do primeiro perfume masculino da marca.

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris av montaigne

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris av montaigne

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris av montaigne

A loja da marca de sapatos Jimmy Choo abriu sua primeira loja na Av. Montaige . O novo conceito tem assinatura do arquiteto Christian Lahoude, que privilegiou as cores da Maison, como o bronze, sofás de veludo bege, lustre sob medida e balcões em mármore, dando uma atmosfera “cosy” ao espaço.

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris 34, Avenue Montaigne

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris 34, Avenue Montaigne

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris 34, Avenue Montaigne

O segredo para manter o luxo e a exclusividade dos produtos JIMMY CHOO está na distribuição limitada dos calçados, bolsas e acessórios aos pontos de venda selecionados e na escolha das localizações mais exclusivas do mundo para abrir suas lojas próprias, ao lado de grandes nomes da moda como Dior, Armani e Prada. Os sofisticados calçados podem ser encontrados em butiques instaladas em endereços como a Avenida Montaigne (Paris), 5° Avenida (Nova York) e Sloane Street (Londres). Seus produtos, sobretudo os sapatos, que começam custando US$ 450 e podem chegar facilmente ultrapassar US$ 2 mil, encantam estrelas como Madonna, Cameron Diaz, Catherine Zeta-Jones e Sarah Jessica Parker. A JIMMY CHOO atualmente é conhecida internacionalmente como a marca de acessórios preferida de estilistas, celebridades e mulheres cosmopolitas que seguem a moda de luxo. Os sapatos, as bolsas e os pequenos artigos de couro (como carteiras e cintos) são inovadores e exclusivos, mas mantêm a elegância clássica, a beleza e a sensualidade das quais o nome JIMMY CHOO é sinônimo.

Jimmy Choo

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris 34, Avenue Montaigne

 

Resultado de imagem para Jimmy Choo Paris 34, Avenue Montaigne

Atualmente a marca JIMMY CHOO possui mais de 210 lojas espalhadas por mais de 45 países ao redor do mundo. Os produtos da marca, incluindo calçados, bolsas, perfumes e acessórios, podem ser encontrados também nas melhores lojas de departamento do mundo. No Brasil, a marca tem uma butique no luxuoso shopping Cidade Jardim em São Paulo, inaugurada em 2010. Os calçados representam 75% do faturamento da marca, que em 2016 atingiu ₤364 milhões. A marca possui oito coleções anuais e uma revista bimestral que coincide com o lançamento das coleções principais.
Resultado de imagem para jimmy choo shopping cidade jardim sp

 JimmyChoo.jpg

Jimmy_Choo_flagship_London.jpg

jimmychoo6.jpg

Resultado de imagem para jimmy choo shopping cidade jardim sp

Jimmy Choo Paris
34, Avenue Montaigne – 75008 – Paris

376 Rue Saint Honoré, 75001 Paris

Fonte:

http://mundodasmarcas.blogspot.com.br/2007/04/jimmy-choo-o-arteso-dos-calados.html

http://lulacerda.ig.com.br/paris-por-paulo-pereira-80/

http://www.vogue.fr/mode/news-mode/diaporama/la-reouverture-de-la-boutique-jimmy-choo-avenue-montaigne/22224#la-reouverture-de-la-boutique-jimmy-choo-avenue-montaigne-1_image1

http://webluxo.com.br/guia/anuncio/jimmy-choo/

http://glamurama.uol.com.br/jimmy-choo-lanca-colecao-pre-fall-no-shopping-cidade-jardim/

Read more...


Boutique de Chá, Lilly of the Valley

Durante um certo período, Paris ficou bem fraca em termos de casas de chá. Recentemente, várias novas foram aparecendo no cenário parisiense, e uma que ganhou destaque por sua decoração simples e campestre, além da qualidade dos chás franceses e bio, é a boutique de chá “Lilly of the Valley”. Um verdadeiro paraíso para os amantes de um bom chá e doces criados feitos pela dona da loja, é como se você estivesse em uma casa no campo em pleno coração do marais.

Um momento de rara tranquilidade e degustação está te esperando neste endereço.

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Salon de thé lily of the valley paris brunch

Boutique de Cha, Lilly of the Valley

12, Rue Dupetit-Thouars – 75003 – Paris

 

Fonte:

http://lulacerda.ig.com.br/paris-por-paulo-pereira-80/

http://moncarnetdadresses.fr/mes-adresses-brunch-lily-of-the-valley/

Read more...


Sebastian Gaudard – Patisserie Salon de Thé

colagem 4

Na sua próxima ida a Paris, quando você for visitar ou fazer compras no Palais Royal, não deixe de conhecer a discreta e low profile casa de chá do patissier Sebastien Gaudard, conhecido por fazer um dos melhores croissants de Paris.

Resultado de imagem para patisserie gaudard paris

Resultado de imagem para patisserie gaudard paris

Com uma grande variedade de chás em um ambiente cozy e parisiense, com deliciosos doces, tortas e sobremesas, brioche Nanterre, Le Kougelhopf, entre outros.

Resultado de imagem para patisserie gaudard paris

Resultado de imagem para patisserie gaudard paris

Um momento de tranquilidade com vista para o lindo jardim do Palais Royal.

Resultado de imagem para patisserie gaudard paris

Resultado de imagem para patisserie gaudard paris

Resultado de imagem para patisserie gaudard paris

Resultado de imagem para patisserie gaudard paris

Sebastien Gaudard
1, Rue des Pyramides – Palais Royal – 75001 – Paris.

HORAIRES D’OUVERTURE

LE SALON DE THÉ

MARDI – VENDREDI

de 12h00 à 19h00

SAMEDI ET DIMANCHE

de 10h00 à 19h00

dès 10h00 pour le petit déjeuner

de 11h30 à 15h00 pour le “brunch”

LA PÂTISSERIE

MARDI – VENDREDI

de 10h00 à 19h30

SAMEDI

de 10h00 à 19h30

DIMANCHE

de 10h00 à 19h00

 

Fonte:

http://www.sebastiengaudard.com/

http://lulacerda.ig.com.br/paris-por-paulo-pereira-79/

https://www.sortiraparis.com/hotel-restaurant/bar-cafes/articles/75067-sebastien-gaudard-ouvre-un-salon-de-the-a-paris

http://scally.typepad.com/cest_moi_qui_lai_fait/2017/03/salon-de-the-patisserie-sebastien-gaudard-paris-tuileries.html

https://www.timeout.com/paris/en/restaurants/salon-de-the-sebastien-gaudard

http://www.gillespudlowski.com/107708/produits/paris-1er-le-salon-de-sebastien

Read more...


Boutique Caudalie no Carroussel do Louvre

Resultado de imagem para Caudalie no Carrousel do Louvre

Nova boutique no “Carrousel do Louvre“, da marca de cosméticos Caudalie.

A história da Caudalie teve início nas vinícolas da família de Mathilde, na região de Bordeaux, na França. Ela conta que, conversando com um pesquisador que frequentava o castelo/vinhedo da família (olha que phyno), ela descobriu as propriedades da uva enquanto ‘cosmético’, e teve, então, a ideia de criar a Caudalíe, cujas fórmulas dos produtos são ricas em ativos naturais e, principalmente, derivados da uva. A marca tem, inclusive, uma rede de spas espalhadas por várias cidades do mundo.

Nas palavras de Bertrand, o sócio e marido, seus produtos são  ‘naturais, eficazes e glamorosos’. Também são livres de parabenos, corantes, conservantes, derivados de petróleo, derivados de animal, entre outras coisas.

 Em um espaço de 60m2, em frente a loja da Apple, a marca de cosmeticos francesa instalou sua nova loja com toda a gama de produtos para tratamento e beleza. Várias novidades de cremes da vinoterapia estão sendo apresentados no novo espaço.

Depois de fazer uma visita cultural no Louvre, vale visitar!

Boutique Caudalie Louvre. 99 rue de Rivoli 75001 Paris France

Fonte:

http://lulacerda.ig.com.br/paris-por-paulo-pereira-80/

https://www.realestate.bnpparibas.fr/bnppre/fr/presse/communiques-presse/paris-1er-caudalie-sinstalle-60-m-sein-carrousel-louvre-2015-06-17-p_1631173.html

Read more...


Place de Fürstenberg

A place de Fürstenberg é conhecida por ser uma das mais charmosas praças de Paris.

O pintor Delacroix teve o bom gosto de se instalar no numero 6 . Veja como ele a pintou…

Se você está a procura da alma de Saint Germain des Près, é aqui que é preciso ir .

Para os puristas, a praça é na realidade uma rua, porque o centro não impõem um sentido giratório, mas deixemos isso de lado, o que interessa aos verdadeiros românticos , é o ambiente único que acontece quando a noite cai e seus lindos lampadários se acedem….

” Ela não tem nada de especial a não ser um charme discreto de cidade do interior. Ela é pequena, tão pequena que às vezes ela é chamada de placette e no seu centro vivem quatro grandes árvores. Na realidade mais uma rua que uma praça, seu comprimento é de 82 metros, da rue Jacob à rue de l’Abbaye. Construída em 1699 e batizada com o nome do cardeal Fürstenberg.

Os prédios à sua volta não pertencem à categoria privilegiada e chamada “arquitetura haussmaniana”. São prédios mais discretos, sem a elegância um pouco exagerada dos imóveis construídos com a famosa pedra calcária parisiense.  Eles datam do século XVII e guardam a memória de uma época. Alguns privilegiados aí moram e os apartamentos são vendidos e passados de mão em mão dentro de um círculo fechado.

Como já disse no número 6 se encontra o Musée Delacroix, atelier e casa do pintor até sua morte em 1863.

delacroix_4

MUSEE-DELACROIX

Ela é o coração de Saint Germain, bairro que sempre soube misturar gêneros diferentes: literatura, música, gastronomia, teatro, arte e moda. Bairro que cultiva a estética e um estilo de vida sofisticado. Um lugar fora do tempo, aparentemente calmo, onde o Atelier de Delacroix, as belas vitrinas dos grandes nomes da decoração e as quatro árvores criam o décor de cartão postal.

Os nostálgicos de uma Saint Germain que não existe mais encontram neste mínimo espaço a lembrança de um tempo passado.

Meu cantinho preferido de Paris.

Place de Furstenberg
75006, métro Saint Germain-des-Prés

Fontes:

http://www.pariszigzag.fr/paris-au-quotidien/lieux-romantiques-a-paris
http://ela.oglobo.globo.com/blogs/paris/posts/2013/03/04/dez-lugares-romanticos-em-paris-488429.
http://www.conexaoparis.com.br/2012/08/20/praca-de-furstenberg/
http://www.pariszigzag.fr/sortir-paris/balade-paris/le-charme-discret-de-la-place-furstenberg-paris-visite-guidee-saint-germain-des-pres
http://www.paris-a-nu.fr/la-place-de-furstenberg/

Read more...


Conheça as maravilhas de Midi-Pyrénée, encantador Sudoeste da França

Resultado de imagem para carte midi pyrénée

Conheça as maravilhas de Midi-Pyrénée, encantador sudoeste da França

Resultado de imagem para midi pyrenees france

Resultado de imagem para midi pyrenees france

Este Destino revela paisagens medievais, picos nevados e obra de arte da arquitetura moderna

Arquitetura medieval de Albi rendeu o título da Unesco de Patrimônio Cultural da Humanidade

Castelos, cidadelas que parecem de contos de fadas, montanhas, e, de quebra, vinícolas pelo caminho. O Sudoeste da França abriga a charmosa região chamada Midi-Pyrénée.

viaduto de millau frança

A maior região da França traz paisagens ímpares, além de cartões-postais como o Viaduto de Millau, o maior do mundo sustentado por cabos, uma obra de arte contemporânea, recorde mundial de altura com uma torre acima de um vale com 343 m.

Resultado de imagem para viaduto de millau frança

Em Millau, a vista do vale sobre o rio Tarn atrai esportistas do mundo todo, que aproveitam a paisagem belíssima para inúmeros esportes radicais na água e no ar, que costuma ficar salpicado por parapentes coloridos.

 chateau de creissels

Quem quiser ficar pertinho da cidade com muito estilo pode hospedar-se no Castelo de Creissels, um charme construído no século 12 que oferece uma vista panorâmica do famoso viaduto.

Resultado de imagem para chateau de creissels

Hotel Restaurant Chateau de Creissels: Vista del Viaducto de Millau, desde el Hotel

 O valor da diária em um hotel especial como esse vai te surpreender.

Resultado de imagem para chateau de creissels

 

Resultado de imagem para chateau de creissels

Resultado de imagem para chateau de creissels

Construído no século 12, o Castelo de Creissels ainda conserva uma parte antiga medieval. O que mais impressiona no hotel é a vista panorâmica do Viaduto Millau e do Vale do rio Tarn. Descubra a seguir quanto custa dormir como rei

Resultado de imagem para chateau de creissels

Pertinho de Millau, está a charmosa Toulouse, chamada “cidade rosa”, capital da região Midi-Pyrénées.

toulouse

No passeio pela cidade, reserve seu almoço na praça do Capitole, onde inúmeros restaurantes esperam o turista, passe pelo Convento Jacobino, construção belíssima do século 13, e relaxe em um passeio às margens do rio Garonne.

praça do capitólio em toulouse

Resultado de imagem para praça do capitólio em toulouse

 praça do capitólio em toulouse

margens do rio Garonne. em toulouse

 Toulouse cresce a margem do rio Garonne

 margens do rio Garonne. em toulouse

Resultado de imagem para Conheça as maravilhas de Midi-Pyrénée,

Descubra o Midi-Pyrénées. Vista de Toulouse à noite refletida no Rio Garonne

É na cidade que são produzidos as guloseimas de flor de violeta, especialidade francesa.

Entre as especialidades locais vale destacar a loja de souvenirs Confiserie Regals que fica na rue du Taur, 25. Alí são vendidos doces, balas, licores, perfumes, geléias, chás, todos com essência de violeta, produto típico da cidade de Toulouse

Também rosa, devido aos tijolos utilizados nas construções, a vizinha Albi é uma joia medieval imperdível na região.

Resultado de imagem para albi france

Resultado de imagem para albi france

 albi cidade medieval

O rico conjunto de arquitetura medieval foi classificado pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Resultado de imagem para albi france

Resultado de imagem para albi france

Perca-se pelo centro antigo, com ruas estreitas e casinhas em estilo enxaimel, técnica de construção com madeiras encaixadas e espaços preenchidos por pedras ou tijolos.

Resultado de imagem para albi cidade medieval

Completam o cenário de filme da cidade a catedral fortificada e o museu Toulouse Lautrec, onde está um dos jardins mais lindos do mundo e a maior coleção do artista Henri de Toulouse-Lautrec, considerado o pai da pop art.

Resultado de imagem para museu toulouse lautrec albi

O Museu na cidade de Albi possúi a coleção mais importante das obras do pintor.

Resultado de imagem para museu toulouse lautrec albi

Resultado de imagem para museu toulouse lautrec albi

Acima das nuvens

Do topo gelado do Pic Du Midi, é possível avistar as cadeias montanhosas da região em posição acima das nuvens -
Nicolas Bourgeois/Divulgação
Resultado de imagem para Conheça as maravilhas de Midi-Pyrénée,

Midi-Pyrénee também abriga o Pic Du Midi. A mais de 2.800 metros, o Pico do Midi de Bigorre atrai esquiadores experientes.

Resultado de imagem para Conheça as maravilhas de Midi-Pyrénée,

Pic du Midi, Midi-Pyrénées

É lá também que está o observatório científico mais antigo, usado pela Nasa para analisar a superfície da lua.

Chega-se ao topo por um teleférico, que, por si, já é um passeio incrível, de onde se vê toda a cadeia montanhosa dos Pirineus, acima das nuvens.

Para se hospedar, turistas podem apostar em Toulouse ou Lourdes, segunda cidade hoteleira da França, que recebe todos os anos mais de 5 milhões de visitantes vindos de mais de 140 países, atraídos pela espiritualidade do lugar.

Resultado de imagem para lourdes cidade na frança

A cidade de Lourdes, onde está o santuário católico mais importante da França

Santuário de Lourdes – França

Além de toda a aura religiosa, a cidade nos presenteia com belíssimas paisagens.

Château-Fort de Lourdes – Castelo Fortaleza – oferece vista para a cadeia de montanhas do Sudoeste da FrançaDivuglação

Além do santuário, a fortaleza milenar chamada Castelo Fortaleza de Lourdes, que abriga o museu dos Pireneus, é tombada como monumento histórico e museu da França e Patrimônio Mundial da Unesco.

 

Roquefort: o queijo das montanhas

Visita à Societé, na montanha, mostra produção de RoquefortAndrea Miramontes/R7

É na cidade de Roquefort-sur-Soulzon que são produzidos os famosos queijos de mesmo nome há mais de 2 mil anos.

Resultado de imagem para roquefort sur soulzon

Qualquer queijo produzido longe de lá não pode levar o nome de Roquefort.

Resultado de imagem para A Societé a roquefort

A linda cidadezinha é toda cercada por um paredão de pedra, um conjunto montanhoso chamado chapada de Combalou. Muitos produtores de Roquefort estão espalhados na cidade.

Resultado de imagem para roquefort sur soulzon

É dentro desse paredão de pedra, com mais de dois quilômetros, que ficam as caves onde o queijo original é produzido.

Resultado de imagem para A Societé a roquefort

A Societé mostra todo processo e oferece degustação. Lá, se conhece a história da descoberta da iguaria, que, pasmem, nasceu de um caso de amor.

Resultado de imagem para A Societé a roquefort

Resultado de imagem para A Societé a roquefort

Caves do Roquefort Société – milhares de peças de queijos esperam seu tempo certo

Resultado de imagem para A Societé a roquefort
Processo de maturação do Roquefort nas cavernas da Roquefort Societé

 

 

Texto escrito por Andrea Miramontes, do R7, na França*

Read more...


O 14 de julho não comemora a queda da Bastilha

A tomada da Bastilha retratada por Henri Paul Perrault. O ponto de partida da Revolução Francesa foi considerado violento demais para se tornar a data nacional da França

Tomada da Bastilha, em Paris, 14 de Julho de 1789. O comandante Bernard de Launay (à direita) é capturado. Pouco depois, sua cabeça desfilaria na ponta de uma lança. Óleo sobre tela, anônimo, data desconhecida.

Há mais de dois séculos os franceses param nesse dia para celebrar a tomada da histórica prisão por revolucionários, em frontal desacato ao poder real. Certo? Errado!

Faz parte do senso comum afirmar que no dia 14 de julho é comemorada a queda da Bastilha, ato que marcou o início da Revolução Francesa em 1789. Pouca gente sabe, no entanto, que a data entrou para o calendário cívico daquele país como a celebração de outro evento: a Festa da Federação, realizada em 14 de julho de 1790.

Festa da Federação, em Paris, 14 de Julho de 1790. Gravação de Isidore S. Helman sobre desenho de C. Monnet, 1790. Biblioteca Nacional da França.

A escolha do evento a ser celebrado foi feita no fim do século XIX, quando a Terceira República da França buscava consolidar o novo regime e construir um imaginário nacional próprio. Em 1880, o deputado Benjamin Raspail propôs o dia da tomada da Bastilha como data da festa nacional. Alguns parlamentares, no entanto, lembraram a violência que havia marcado aquela jornada revolucionária, quando o povo de Paris cortou a cabeça do governador da prisão e linchou os veteranos encarregados de vigiar os prisioneiros.

Por conta do caráter polêmico da tomada da Bastilha, os deputados preferiram escolher a manifestação de 1790, por ser mais consensual. A Festa da Federação marcou o momento em que, após os enfrentamentos do ano anterior, o povo francês se reconciliou.

Festa da Federação, em 14 de julho de 1790 no Campo de Marte (Paris).

A partir do dia 1º de junho de 1790, operários trabalharam ao lado de burgueses para transformar o Campo de Marte, em Paris, em um imenso circo com capacidade para 100 mil pessoas, no centro do qual se erguia o Altar da Pátria. A reforma, para a qual se recorreu à boa vontade dos parisienses, foi realizada em um clima de fraternidade e entusiasmo. Até mesmo o rei Luís XVI foi visto empunhando uma enxada, assim como o marquês de La Fayette, nobre que apoiava a revolução, apareceu em mangas de camisa.

Naquele momento a França ainda não era uma República. A agitação social do ano anterior havia levado a monarquia a aceitar uma Constituição. Até ali, os franceses ainda respeitavam seu rei, contanto que ele observasse as leis e a autoridade emanadas do povo. A Festa da Federação foi organizada justamente para celebrar uma decisão da Assembleia Constituinte de 7 de junho de 1790, que reunia as diversas milícias de cidadãos formadas nas províncias.

Assim, no dia 14 de julho de 1790, cerca de 100 mil soldados federados entraram em Paris e desfilaram da Bastilha ao Campo de Marte. Luís XVI, a rainha Maria Antonieta e o delfim (príncipe herdeiro) instalaram-se no pavilhão montado em frente à Escola Militar. Do outro lado, haviam erigido um arco triunfal. Nas tribunas, acotovelavam-se 260 mil parisienses.

Por fim, no ponto alto da celebração, La Fayette jurou fidelidade à nação, ao rei e à lei, juramento repetido pela multidão. Luís XVI jurou fidelidade à Constituição. Um Te Deum (hino litúrgico) encerrou a jornada, que terminou em vivas e abraços.

Não se contestou a monarquia, ratificou-se a revolução e se celebrou a união nacional. Foi esse espírito que os deputados do século XIX quiseram associar ao 14 de julho. Na memória coletiva, porém, a data sempre será lembrada como o dia em que o povo tomou a Bastilha, o maior símbolo do absolutismo francês.

 

fonte:

http://www2.uol.com.br/historiaviva/artigos/o_14_de_julho_nao_comemora_a_queda_da_bastilha.html

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2013/07/130714_franca_bastilha_fl

http://www.ensinarhistoriajoelza.com.br/14-de-julho-data-nacional-da-franca/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Festa_da_Federa%C3%A7%C3%A3o

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2013/07/130714_franca_bastilha_fl

Read more...

Flickr

RSS URL not defined

Entre em contato!

Tel. 55 11 9641 0432

Áreas atendidas – São Paulo, SP
_Higienópolis
_Pacaembú
_Perdizes
_Bela Vista
_Outras áreas: consulte!

Visite minhas redes sociais:

Scroll to top