Invent


Fête de la Musique 2014

Desde 1982 no dia 21 de junho, a França está sintonizada com a ‘Fête de la Musique’ (Festa da Música), um evento cultural anual estabelecido pelo Ministério da Cultura e Comunicação.

Fete de la Music Paris 2014_dicas de Paris

 

Desta forma as pessoas dão as boas-vindas ao verão por tocar e ouvir música nos bares, clubes, casas de shows, na rua … em toda a França. Jazz, soul, funk, rock, electro, reggae, música clássica e muitos outros estilos musicais são comemorados com entusiasmo vigoroso.

Este ano, como todos os anos, muitos músicos, tanto amadores quanto profissionais, vão compartilhar com o público suas paixões pela música, de forma gratuita.

 - © © Fête de la Musique

 - © © Fête de la Musique

 

Para dar as boas vindas ao verão francês, no dia 21 de Junho, a tradicional Festa da Música, na sua 33ª. edição, preenche a cidade de Paris de melodias, dando um novo astral a quem passa pelas ruas.

 

flickr inko media

Criado pelo Ministério da Cultura, este evento cultural ocorre no período de 24 horas e conta com a colaboração de diversas bandas que se apresentam nas calçadas, em palcos improvisados. Rock, jazz, musica clássica, funk, groove, soul, rap, hip hop e musica eletrônica estão entre as mais ouvidas. Conservatórios também se dispõem à se apresentar, levando mais alegria à cidade.

Famílias, amigos e pessoas das mais diversas idades se reunem para este evento marcante.

Alem disso, a empresa de transportes RATP participa também, disponibilizando trem e metrô durante à noite para que as pessoas possam aproveitar mais e voltar em segurança para suas casas.

 

O metrô dispõe de um ticket especial (3,50 euros) que possibilita que os usuários rodem livremente das 17h do dia 21/06 até às 7h do dia 22/06. Algumas linhas não funcionam neste período e outras tem um funcionamento especial. Veja mais no site da RATP.

Bandas do circuito oficial e do circuito alternativo instalam-se em praças, parques, museus, galerias.  O ideal é escolher uma região específica e ir andando, curtindo um pouquinho de cada banda que encontrar pelo caminho.

 

Fête de la Musique à Paris - © AFP PHOTO/FRED DUFOUR

 

Se você pretende escolher o som que vai ouvir, é possível fazer uma busca pelo site também de acordo com o estilo musical desejado. Você vai encontrar desde ópera e música tradicional italiana até batucada, funk e hip hop.

E clique aqui para ter acesso ao programa completo da Festa da Música, classificado por gênero musical.

O pessoal da Conexão Paris fez uma seleção de lugares, em Paris, onde poderá encontrar músicos e concertos.

Jazz

. perto da torre Eiffel, no kiosque do Champ de Mars, das 16h as 18h.

. em Saint Germain, perto da Assemblée Nationale, 128 rue de l’Université, das 18.30h as 22h.

. no Marais, no Square du Vert Galant, das 15h as 20h.

Rock/Pop

. no Quartier Latin, Praça da Sorbonne, das 19.30h a meia noite.

. perto da torre Eiffel, Esplanada dos Invalides, das 19h a 1h.

Concerto no Les Invalides

Música clássica

. no centro de Paris, na frente da Igreja Saint Eustache, o dia todo até 22h.

. no museu do Louvre, dentro da Pirâmide, das 22h a 23h.

. na catedral de Notre Dame, das 20.30h a 21.30h.]

. na praça Madeleine, na Igreja de la Madeleine, das 20h a 21.30h.

Um conselho: flane pela cidade, ande pelas margens do Sena, descubra as pequenas praças, fique atento. Em cada esquina, nos endereços mais discretos encontrará um músico solitário, um conjunto, um coro. Aproveite bem este dia.

 

Déjà plus de 30 ans que la Fête de la Musique rythme les rues de Paris, le temps d’une nuit riche de concerts et spectacles sonores. Trois décennies de fête plurielle, mêlant tous les styles, tous les publics et tous les pays. Depuis les années 1980, artistes et mélomanes de tous âges se retrouvent partout en France, et désormais aux quatre coins du monde, afin de partager ces moments de plaisir et de découverte ! Langage universel, la musique rassemble alors toutes les générations autour de sa diversité. La 32e édition ne fera pas exception, bien au contraire, et les musiciens répondront à la même invitation depuis 1982 : “Faites de la Musique” !

Pour cette édition 2014 de la Fête de la Musique, le ministère de la Culture a choisi de mettre le musiques urbaines à l’honneur. “Du jazz aux musiques électroniques, en passant par le classique, le rock ou le rap, la rue accueille la musique dans toute sa diversité favorisant tous les métissages, s’enthousiasme notre ministre de la Culture et de la Communication, Aurélie Filippetti. Les musiques urbaines offrent une dynamique d’interaction entre les publics, les styles musicaux et les autres pratiques artistiques – que sont le théâtre de rue, le street art, les danses urbaines – qui font une partie de la modernité et des cultures populaires d’aujourd’hui. Cette 33ème édition sera, une fois encore, un moment de partage…”
Le 21 juin, les Français seront encore des centaines de milliers à descendre dans la rue pour célébrer la musique. Bien sûr, et plus que jamais, mélomanes amateurs ou professionnels sont invités à fêter la musique pop dans toute sa diversité !

 

Fontes:

http://www.fetedelamusique.culture.fr/en/

http://www.sortiraparis.com/scenes/concert-musique/guides/53382-la-fete-de-la-musique-2014-a-paris-et-en-ile-de-france

https://quefaire.paris.fr/programme/59097_fete_de_la_musique_2014

https://www.facebook.com/FetedelaMusique

http://uk.rendezvousenfrance.com/en/events/fete-musique-france-0

http://omelhordeparis.com.br/a-fete-de-la-musique-na-franca/

http://www.offi.fr/concerts/fete-musique-paris.html

http://75.agendaculturel.fr/festival/fete-de-la-musique-paris-2014.html

http://www.parisetudiant.com/etudiant/agenda/fete-de-la-musique.html

http://www.parisbouge.com/events/2014/06/21

http://aviagemcerta.com.br/2014/06/fete-de-la-music-2014/

http://www.conexaoparis.com.br/

Read more...


Cabana brasileira as margens do rio Sena

Em Paris, desde o começo do ano, o Brasil anda invadindo as lojas, vitrines, museus e parques. Por isso, é mais que natural que o nosso país ganhe também um pequeno espaço as margens do rio Sena.

KIA CABANA, l'Oasis brésilienne à Paris pendant la Coupe du Monde de football 2014

 A iniciativa é de uma marca de automóveis que irá criar uma cabana brasileira ao lado do rio mais famoso da França. Os 500 metros quadrados da cabana funcionarão entre os dias da Copa do Mundo (entre 12 de junho e 13 de julho) e contarão com diversas atividades e atrações que promoverão a cultura brasileira.

Na programação, o espaço prevê atividades que promovem a o futebol, a música, a gastronomia, a moda e a cultura do nosso país. Os parisienses poderão, durante um mês, aproveitar da areia branca ao som de um bom samba, enquanto degustam pratos como moqueca baiana, bobó de camarão, feijoada e escondidinho. Para os brasileiros que estarão saudosos da terrinha durante a época da Copa, me parece um lugar ótimo para um passeio.

Jusqu’au 13 juillet, il n’est question que de soleil, des couleurs brésiliennes et de ballon rond. La Kia Cabana vous accueille à deux pas du Pont Alexandre III à Paris. Cette barge de 730m² est partagée en trois ambiances : le stade pour visionner les matchs dans une bonne ambiance, le village avec des artisans brésiliens et la plage avec des bars, de la nourriture, de la musique et tout ce dont vous avez besoin pour vous détendre les pieds dans le sable. Pour monter sur la Kia Cabana et profiter de toutes les animations, il suffit de s’inscrire sur le site internet. La barge est ouverte selon différents horaires pour pouvoir suivre les matchs et profiter d’une Evasion Brésilienne Garantie. Le 19 juin, c’est une soirée 100% femmes et le 28 juin, c’est une soirée spéciale Nova Club. Le dimanche, brunch et des animations pour les plus jeunes sont proposés.

L’OASIS BRÉSILIENNE À PARIS PENDANT LA COUPE DU MONDE 

Envie d’évasion brésilienne ? Le Brésil vient à vous grâce à KIA CABANA, une oasis inédite créée exclusivement par Kia mêlant fête, football, culture, gastronomie, et musique, sur les quais de Seine à Paris.Kia, Partenaire Officiel de la Coupe du Monde de la FIFA 2014™ au Brésil, crée un lieu éphémère unique à Paris : « KIA CABANA ». Cette oasis brésilienne flottante, ouverte à tous, sera sans nul doute « LE » lieu festif incontournable pour vivre toute l’intensité de la Coupe du Monde la FIFA 2014™ et ce qui fait, du Brésil, un pays riche en culture et en couleurs. Au programme du 12 juin au 13 juillet, football, musique, gastronomie, mode et culture se mêleront savamment pour tenir la promesse d’une Evasion Brésilienne Garantie, en plein cœur de la capitale !

KIA CABANA, trois espaces plus divertissants les uns que les autres, pour une expérience inoubliable ! 

Ce bout de Brésil imaginé par Kia, pourra accueillir plus de 300 personnes au même moment. Il s’articule autour de trois espaces divertissants imaginés pour combler tout un chacun durant le Mondial de football : « La Plage » avec du véritable sable blanc, fin, des transats et des parasols, « Le Village » pour découvrir ou redécouvrir ce qui fait le charme de ce pays fascinant et « Le Stade » dédié à la retransmission sur écran géant des matchs de la Coupe du Monde de la FIFA 2014™, auxquels s’ajoutent des animations interactives ludiques, connectées et pédagogiques !

KIA CABANA – Du 12 juin au 13 juillet 2014

KIA CABANA- Port des Champs Elysées- Paris VIII° – Métro Champs-Elysées-Clémenceau
Renseignements : Kiacabana.fr – *places au Stade et essais uniquement sur réservation sur le site

Fontes:

http://ela.oglobo.globo.com/blogs/paris/

http://www.meltyfood.fr/coupe-du-monde-2014-la-kia-cabana-ouvre-ses-portes-a296929.

http://www.kia.com/fr/experience-kia/events/kia-cabana/?d=contact

http://www.viaprestige-lifestyle.com/Moteur/le-bresil-a-paris-grace-a-kia/

Read more...


La Grande Sophie

La Grande Sophie é uma cantora e compositora francesa, mais conhecida pelos seus álbuns como La Place du fantômeDes vagues et des ruisseaux ou Et si c’était moi.

2012

2009

2003

Des vagues et des Ruisseaux, 5º disco da carreira da La Grande Sophie, um dos nomes da música francesa atual que muito me agrada, desde que ouvi o entusiasmante Et si c’était moi, de 2004 e me apaixonei. É um trabalho realmente de qualidade em letras, sonoridade e instrumentação.
Esse disco é uma produção mais voltada para o acústico e com uma cara mais limpa, digamos assim, menos efeitos eletrônicos e mais instrumentação. La Grande Sophie foi congratulada por toda a imprensa,obtendo o Grand Prix da Academia Charles Cros. Merecido realmente, a exemplo de sua performance, a faixa Quand le mois d’avril ganhou prêmio de melhor canção do ano.
Para mim, pelo pouco que eu conheço da Sophie é de se esperar algo tão bom quanto esse trabalho, um misto de sensibilidade, poesia, sinceridade, leveza e ao mesmo tempo, força. Sinto cada melodia de suas canções, elas realmente me tocam, vem a tristeza e a melancolia, um pouco de alegria e ao mesmo tempo de contentamento com os maus momentos, com as decepções, mas também de uma tomada de decisão para que as coisas mudem, de acordar para as muitas situações e de lidar com elas.
Aqui La Grande Sophie apresenta-se amadurecida, inevitavelmente, na sua musicalidade e nas letras, boa parte escrita por ela mesma. Um primor! Precisei acompanhar cada música para entender realmente os significados dessa produção contagiante. Pode-se notar uma grande carga de classicismo e simplicidade nesse álbum, o lançamento do primeiro single,“Quelqu’un d’autre” já demonstrava que coisa boa aguardava os adeptos de suas canções e eu confirmo tal feito.
Quelqu’un d’autre
 Sophie chamou EdithFambuena (ex-Les Valentins) para trabalhar como sua produtora e esta o enriqueceu bastante, criando uma série de arranjos ricos e complexos   de instrumentos como cordas, bateria, piano e tinkling bells (sinos pequenos)
“Des vagues et des Ruisseaux” tem uma batida mais clássica, oferecendo um estilo mais acústico do que os álbuns anteriores da Sophie, habituada a misturar estridentes riffs de guitarra e um humor latente e animador. Vale lembrar que ela arriscou-se e muito bem no clássico, apostando na tradicional chanson française, trazendo uma regravação de Dis quand reviendras-tu? da consagrada Barbara, última faixa do disco que começa triste e inusitado com um tango retrô em Pardonner, perdoar em português, alertando-nos, alguém que se foi estará no centro de Les vagues et des ruisseaux (algo como Ondas e Escorregadas) onde ela fala do homem de (sua) vida nessa faixa-título, guiada pela atração desastrosa causada pelas estrelas da sedução, uma experiência complicada, evocada na faixa Les Pouvoirs de la Tentation, sem falar no tapa recebido em Ce jour-là, as coisas simplesmente acabam. Pude perceber a ausência, desleal, cruel e injusta do ser amado em Tu n’as pas cherché, oitava faixa do CD, triste, melancólica, mas muito, muito gostosa de ouvir. As coisas se animam um pouco, pelo menos em questão de melodia em Dans le show business, onde a vida e as decepções do mundo artístico são atestadas.
Dis quand reviendras-tu?
Pardonner
Des vagues et des ruisseaux
 Les pouvoirs de la tentation
Ce jour – là
 
La Grande Sophie ainda nos surpreende com a doce e suave La valse des adieux, com vocais introdutórios que parecem mesmo um funeral, mas eis que surge uma esperança para aqueles que idealizam e que amam, percebi um certo desdém de sua parte, um amargor na constatação feita, muito bom. E como não falar, por último da inesquecível Quand le mois d’avril, segunda faixa do disco e excelente escolha para um dos singles.
Quand le mois d’avril
Como eu diria em francês, “Ce n’est que du bonheur écouter La grande sophie”, realmente, um disco grandioso como a artista que La Sophie tornou-se. Muita emoção em melodias criativas que definitivamente marcarão a todos os corações destemidos.
La Grande Sophie - Des vagues et des ruisseaux (AZ-Universal) 2009.

La Grande Sophie – Ne M’Oublie Pas

 

Fontes:

http://www.lagrandesophie.com.fr/

http://www.lemost.fr/index.php?page=article&ref=1&sousref=4&art=964

http://www.ptitblog.net/La-Grande-Sophie/la-grande-sophie-devoile-son-nouveau-clip-sucrer-les-fraises_art8500.html

http://www.lexpress.fr/culture/musique/ne-m-oublie-pas-de-la-grande-sophie-le-clip_1081854.html

Read more...


Festival de música – We love Green no Jardin de Bagatelle

We Love Green volta depois de uma longa pausa para a sua terceira edição no sábado 31 de maio e domingo 1 de junho de 2014 no Parc de Bagatelle.

Situado no 16e arrondissement de Paris, o Parque de Bagatelle é conhecido pela beleza de suas flores e paisagens e tem muitas surpresas para quem resolver, sem pressa, desvendá-lo.

Passear pelo lindo Jardin de Bagatelle, que fica dentro do Bois de Boulogne (o grande bosque da cidade) , no chic oeste parisiense e almoçar no restaurante local é um dos programas dos parisienses .

O jardim de 24 hectares tem  lagos, kiosques, hortas, um castelo e um trianon.  Foi construído em 1777 pelo conde Artois,  irmão do rei Louis XVI,  como resultado de uma aposta perdida para Maria Antonieta.

Lagos e jardins menos organizados e simétricos. Foto de Destination Europe

As roseiras do Jardin de Bagatelle, em Paris

Foto: La prairie de la scène Indie !

Descubra a programação deste festival que combina música e ecologia.

Não perca este evento, um festival de música, arte e gastronomia reunindo gente jovem e bonita. No centro de um dos parques mais elegantes de Paris, o Jardin de Bagatelle, acontecerá o Festival We Love Green. Dê um pulo até lá para conhecer o parque e participar de um evento local.

Festival de música

 O programa conta com dois palcos: um para os artistas pop, indie, rock e folk e outro para os espetáculos de djs e compositores internacionais de música eletrônica.

We Love Green Festival 2014 : quand la musique se met au vert !

Durante o festival, stands gastronômicos oferecerão ao público as deliciosas tortas Kluger, burgers e fritas bio, suculentos risottos, empanadas argentinas, sorvetes deliciosos, saladas fresquinhas. E claro, você encontrará também bares efêmeros à sua disposição.

Stands gastronômicos

Evento alegre e familiar

E para terminar, stands de cosméticos bio e um brechó de produtos africanos.

kiehls X we love green

La marque américaine de soins naturels Kiehl’s s’associe au festival de musique éco-responsable We Love Green (31 mai et 1er juin prochain au Parc de Bagatelle, Paris), en lançant une édition limitée de leur best-seller Ultra Facial Cream.

Le soin à succès (4 pots se vendent par minute dans le monde), dont la formule reste bien évidemment identique, revêt un nouvel habillage aux couleurs du festival, fleuri et coloré.

Os organizadores vão oferecer aos participantes do festival comida bio, banheiros secos , para não mencionar o palco alimentado por energia solar. Entre os shows, você pode fazer uma pausa e desfrutar de atividades extra- musicais como  exposições ao ar livre ou oficinas de guirlandas .

 

We Love Green Festival 2014 : quand la musique se met au vert !

Musicalmente  um programa excepcional . Vai abalar a maior cena solar: SBTRKT, Little Dragon, Foals, Cat Power, Lorde, London Grammar, Hercules & Loves Affairs, Pedro Winter, Joakim, Mø, Joy Orbison, Evian Christ, Earl Sweatshirt ou ainda Denaï Moore.

 

We Love Green Festival 2014 : quand la musique se met au vert !

 

O acesso é muito fácil. A entrada do festival é pela Grille de Sèvres e o endereço exato é 42, route de Sèvres em Neuilly- 75016 Paris.

Você pega a linha 1 do metrô e desce na Porte Maillot. Lá um ônibus da We Love Green, que funcionará das 12.30h até 1 da manhã, te levará até a entrada do Parque de Bagatelle. Ou então pega a linha 1 do metrô e desça em Sablons. Acabe de chegar a pé, 15 minutos de caminhada.

Quando: sábado dia 31 de maio e domingo dia 1 de junho.

Fontes:

http://www.welovegreen.fr/

https://www.facebook.com/welovegreenfestival

http://www.stylistic.fr/2014/03/we-love-green-2014-programmation_41422

http://www.conexaoparis.com.br/

http://mybandmarket.com/blog/2014/05/we-love-green-festival-musique-se-met-au-vert/

http://www.phunkster.com/news/1110/

http://www.paulette-magazine.com/fr/buzzettes/article/reservez-votre-place-pour-le-we-love-green-festival/4310

http://www.be.com/blogs/redaction-beaute/soin-visage-1352838/kiehl-love-green-1677626.html

Read more...


In-Grid – Lounge Musique

 

In-Grid (nome verdadeiro: Ingrid Alberini) é uma cantora pop italiana. Ela tem feito concertos na EuropaRússiaEstados Unidos e outros lugares. O nome In-Grid  foi uma homenagem a famosa estrela de cinema, Ingrid Bergman. In-Grid cresceu assistindo filmes que ela diz  terem sido a influência principal na decisão dela se tornar uma cantora.  Ela começou atuando, pintando e cantando, logo descobriu que a música era a forma mais poderosa de expressão.

Ela ficou conhecida quando lançou “Tu es Foutu” .

 

 

A nosso conhecida In-grid, veterana na dance music, traz um trabalho diferente, intitulado Lounge Musique. Uma compilação produzida pela Soundeluxe, trazendo uma nova perspectiva na carreira da In-grid, que se aventura talentosamente pelo caminho da Lounge music, chillout e do Easy Listening. Ritmos fáceis de agradar, músicas suaves com cara de dias de sol e mar.
Lançado em dezembro de 2012,esse disco é um primor para quem gosta de um estilo de música mais “um drink a beira-mar, com amigos ou alguém especial”.
Eu gostei muito desse trabalho da In-grid, uma viajem pela calmaria da brisa do litoral, sua voz sensual e forte, com a mistura do sotaque italiano no francês são uma fórmula poderosa , sem esquecer que a instrumentação desse disco é primorosa, não deixou nada a desejar.

Esse trabalho é uma re-leitura de grandes êxitos da música francesa, com exceção de duas faixas, que são cantadas em espanhol, Quiero vivir e Tentacion al hombre. As demais são todas em francês, e os destaques vão para Comment te dire adieu da Françoise Hardy, grande hit dos anos 60 e 70, depois temos C’est la Ouate, hit de 86 cantada pela Caroline Loeb, In-grid nos apresenta ainda uma calma versão de C’est si bon do saudoso Yves Montand, com um belíssimo saxofone acompanhando e um arranjo bem colocado. Les enfants du Pirée é outra faixa que merece comentários e ficou simplesmente linda, marcante, uma de minhas preferidas, interpretada originalmente pela saudosa Dalida, foi lançada em 1960, e a In-grid conseguiu deixa-la inesquecível! Eu continuo minha viajem musical falando de L’été Indien, do Joe Dassin, ícone dos anos 70, lançada em 1975, foi também re-interpretada competentemente por nossa artista, digo sem êxito que ficou memorável, a percussão e acordeon ficaram muito bem casados. Sympathique, da Edith Piaf, regravada pela Pink martini, aparece aqui em uma versão bem agradável, meio cinematográfica eu diria, ah e me deixem comentar a inusitada, Papillone, em versão Fab samperi remix, re-editada de seu último disco, Passion. E por último eu falo de Etienne, canção de 1987, interpretada originalmente pela atualmenbte desconhecida Guesch Patti, mas sucesso na década de 80, com essa canção que chegou em 1º lugar nas paradas de sucesso, muito bonita realmente. Esse disco tem ao todo, 14 faixas de puro êxtase, destaquei apenas as que mais me emocionaram. Espero que gostem.

Muito difícil encontrar informações sobre esse disco, as faixas Alchimie e Ange ou diable, parece que são dela, não obtive informações de que pertenciam a outros intérpretes.

Tu veux ou tu veux pas

 

Comment te dire adieu

C’est si bon

L’éte indien

Etienne

Papillone

Sympathique

Alchimie

Les enfants du pirée

*crédito das imagens ao site http://promodj.com/ingrid

fontes:

http://musikafrancesa.blogspot.com.br/search?updated-max=2012-05-18T23:36:00-03:00&max-results=7&start=7&by-date=false

http://ukrmedia.biz/ingrid-lounge-musique-2011-p-17553.html

http://www.musicstack.com/discography/in-grid

Read more...


Festival de Jazz de Saint Germain

Festival Jazz Saint-Germain

De 15.05 a 25.05 acontece em Paris a 14 edição do tradicional Festival Jazz à Saint-Germain-des-Prés.

Este ano a duração do evento foi reduzida, mas mesmo assim a programação é intensa e variada. O festival acontece no bohêmio bairro de Saint-Germain, na “Rive Gauche” (margem esquerda do rio Sena).

A abertura acontece em grande estilo na Église Saint-Germain-des-Prés, com o concerto do Youn Sun Nah Quartet (veja o video abaixo). Além deste, serão mais 10 shows pagos (Duke Ellington, Lellylee Evans e outros), cujos ingressos podem ser adquiridos pela bilheteria do site oficial do festival (clique aqui).

640x360_bis.jpg

 

Mas a programação prevê também diversos eventos gratuitos: 18.05, 14h15 às 19h -  Jazz au Féminin, na Place Saint-Germain-des-Prés – 3 shows que vão durar a tarde toda e trazem o jazz na voz de figuras femininas marcantes como Tricia Evy, Sofie Sörman e Natalia M. King;  Jazz et Bavardages, no Café les Éditeurs – discussões em torno da música, com temas, dias e horários variados. Uma apresentação de jovens talentos, com concurso, está prevista para os dias 17 e 1 18.05, no Sunset Sunside Club, localizado na Rue des Lombards, endereço que abriga também outras casas de jazz (shows gratuitos, mas com consumação obrigatória).

 Para a programação completa, acesse o site oficial. E confira baixo um vídeo de Youn Sun Nah, para ter o gostinho do show de abertura do festival, que será na Igreja Saint Germain des Pres !

 Youn Sun Nah surprend et transporte son public du rire aux larmes et en toute liberté, fidèlement soutenue par trois talentueux musiciens : Ulf Wakenius – guitariste aux côtés des plus grands, de Michael Brecker à Pat Metheny – l’accordéoniste Vincent Peiraniqui a su, à l’instar de Richard Galliano, redonner ses lettres de noblesse à cet instrument aux côtés de Michel Portal, Roberto Alagna ou Cheick Tidiane Seck, et le contrebassiste Simon Tailleu, vainqueur par deux fois du prestigieux concours de Jazz de la Défense.

Nouvel album « Lento », sortie le 12 mars 2013 chez ACT.

Youn Sun Nah : voix / Ulf Wakenius : guitare / Vincent Peirani : accordéon / Simon Tailleu : contrebasse.

 

Créé en 2001 et situé dans le quartier mythique de Saint-Germain-des-Prés, berceau du jazz en Europe, le Festival Jazz à Saint-Germain-des-Prés Paris n’est pas un festival de plus mais un festival à part. Il est l’un des événements jazz majeurs parisiens et propose chaque année :

  • Des concerts exceptionnels, fondée sur des rencontres inédites d’artistes, des découvertes de talents et des coups de cœur ;
  • Des têtes d’affiche et des jeunes talents. Au festival depuis 2001 : Dee Dee Bridgewater, Brad Meldhau, premier concert en France de Norah Jones, Manu Katché, Manu Dibango, Michel Legrand, Michel Portal, Paolo Fresu, Kenny Barron, Kurt Elling, Lucky Peterson, Richard Galliano, Ben l’Oncle Soul, Raphael Gualazzi ;
  • Un cadre exceptionnel, unique et patrimonial : l‘Église Saint-Germain-des-Prés, la Maison des Océans, l’Université Paris-Sorbonne, l’Université Paris Descartes, le Sénat, le Couvent des Cordeliers, le Théâtre de l’Odéon, l’Hôtel Lutetia, le Centre Culturel Irlandais…
  • Le jazz comme une culture pluri-artistique : concerts, expositions photos, Jazz & Bavardages, conférences, master class, Jazz & Champagne…

 

 Les programmes de poche seront  disponibles dans de nombreux lieux culturels, à la Mairie du 6e arrondissement de Paris et au kiosque d’information du Festival à partir du 28 avril place Saint-Germain-des-Prés.

Fontes:

http://festivaljazzsaintgermainparis.com

http://festivaljazzsaintgermainparis.com/home/

http://paris-ile-de-france.france3.fr/2014/04/24/festival-jazz-saint-germain-des-pres-paris-465423.

https://www.facebook.com/festivaljazzsaintgermainparis

Read more...


Jean -Louis Albert canta Michel Houellebecq

2014 será muito especial para Jean-Louis Aubert porque será o aniversário dos seus vinte e cinco anos de carreira. Neste intervalo ele publicou oito álbuns, todos marcados por muito sucesso. O mais recente, « Roc’Eclair », lançado em 2010,  foi o segundo mais vendido da França por várias semanas – o primeiro era ‘Bleu Noir’, de Mylène Farmer. Depois o disco de Mylène perdeu o trono para ‘Bretonne’ de Nolwenn Leroy mas « Roc’Eclair » continuou firme no segundo lugar.
Maintenant je reviens
Puisses-tu

Pelos vinte e cinco anos de carreira, o ex-guitarrista do grupo ‘Téléphone‘ preparou uma surpresa para os fãs: uma releitura dos poemas de Michel Houellebecq. Segundo a assessoria do artista, Jean-Louis conheceu o poema de Houellebecq nas férias, na saída de um filme de Philippe Garrel, em cuja trilha sonora havia trabalhado.
Posteriormente escreveu timidamente um e-mail para o poeta solicitando permissão para musicar seus poemas. A princípio Aubert estava hesitante, ‘ele poderia recusar, não gostar, não responder’, confessou. Mas contrariando à expectativa, Michel respondeu dizendo sentir-se honrado com o tributo: ‘Estou muito satisfeito e até orgulhoso de ser uma fonte de inspiração’, revelou. Foi o começo de uma longa correspondência que os fãs poderão ler na íntegra no livreto do álbum ”Aubert chante Houellebecq- Les parages du vide”, previsto para 14 de abril. Para os mais apressados ele divulgou o clipe da faixa ‘Isolement‘.

 

Fontes:

http://amusicafrancofona.blogspot.com.br/

http://www.chartsinfrance.net/Jean-Louis-Aubert/news-80871.html

http://zik-zag.blog.leparisien.fr/archive/2010/10/index.html

 

Read more...


Indila faz seu segundo clipe : Tourner dans le vide

Você conhece a cantora Indila?
Eu já falei sobre ela num outro post , é só conferir !!!
Se  você acessa algum site francês de música provavelmente já se deparou com ela em algum momento. Desde setembro do ano passado que seu hit ‘Dernière Danse‘ encabeça o ranking dos singles mais vendidos na França. E se ele não está na primeira posição, pelo menos está entre as primeiras como na lista divulgada desta semana, em que aparece no sexto lugar.
Dernière danse
Mas nem sempre o sucesso de vendas de um single se refletirá no álbum. Como pôde ser conferido pelo caso do cantor Stromae em 2010. A canção ‘Alors on Danse’ foi um hit planetário mas o disco ‘Cheese’ vendeu um pouco mais que 75.000 cópias na França. Até nisso Indila se diferencia dos colegas: seu primeiro trabalho ‘Mini World’ é atualmente o terceiro mais vendido do hexágono, segundo o site ‘Disque en France’. Nas rádios ela também é a número três. ‘Dernière Danse’ é a terceira canção mais tocada das rádios francesas e o clipe o segundo mais executado na TV da França.
Um sucesso que parece estar longe de acabar. Dos vinte países em que  ’Mini World‘ foi lançado pode-se falar em sucesso na Bélgica, Suíça, Rússia, Bulgária e Israel. Em todos os países citados o disco recebeu um bom acolhimento da parte do público na primeira semana do lançamento. Na Romênia e na Grécia o single ‘Dernière Danse’ estreou em primeiro lugar no Itunes. No hexágono a imprensa comenta que a garota está fazendo um verdadeiro ’carton à l’international’, como é difícil de se ver  para um artista que canta em francês.
Para comemorar a torrente de sucesso a produção lançou nesta sexta-feira ‘Tourner dans le vide’, o segundo clipe do álbum.

 

 

 

Tourner dans le vide

Vous n’avez pas fini d’en entendre parler ! La mystérieuse Indila dévoile aujourd’hui le clip de son nouveau single “Tourner dans le vide”, deuxième extrait de l’album “Mini World”. Il y a fort à parier que cette vidéo booste les ventes d’un morceau qui grimpe doucement dans le Top Singles. Cette vidéo est l’occasion pour Indila de planter le décor d’une romance dramatique, celle d’une femme amoureuse d’un tailleur de pierre mais promise à un puissant. « C’est un clip que j’ai voulu faire à l’image de “Dernière danse”, surtout sur le plan de l’investissement humain et artistique » a déclaré Indila à nos confrères du “Parisien”.

Fontes:

http://amusicafrancofona.blogspot.com.br/

http://www.chartsinfrance.net/Indila/news-91418.html

http://www.chartsinfrance.net/actualite/news-91517.html

http://popcorker.wordpress.com/2014/04/12/indila-unveils-tourner-dans-le-vide-video/

http://zikever.over-blog.com/

http://www.trackmusik.fr/media/i/indila/mini-world

Read more...


Les soeurs Boulay – banda quebequense

Duo formado pelas irmãs Stéphanie e Mélanie Boulay, ‘Les Sœurs Boulay‘ é hoje uma das bandas mais famosas do atual cenário quebequense.

 

Recentemente a dupla subiu ao palco da Adisq para receber um prêmio honorário pelas vendas digitais do primeiro álbum ‘Le poids des confettis’, lançado em março de 2013.

 

Les sœurs Boulay || Par le chignon du cou

Para um observador superficial essa seria apenas a recompensa de uma parceria antiga. Não exatamente. Na verdade, no início da carreira, as duas seguiram seu próprio rumo trabalhando como coristas ou tentando se lançar como solistas antes de decidirem cantar juntas. Mas foi só quando decidiram unir suas vozes apresentando-se como ‘Les Sœurs Boulay‘ que as coisas começaram a andar rapidamente.

 Primeiro veio um ‘EP’, depois um prêmio no Francouvertes, em seguida surgiu a oportunidade de se apresentarem no Francofolies de Montréal e nas pequenas salas de Gaspésie, Charlevoix e Côte-Nord. 

 Por último, consequentemente, lançaram o primeiro disco que teve uma boa recepção do público e das críticas. Em outubro do ano passado ‘Le poids des confettis’ recebeu o troféu Félix de Álbum Folk do Ano além de sete indicações ao Gamiq, a maior premiação da música independente do Quebec.

Em fevereiro de 2014 foram eleitas uma das  cinquenta personalidades de 2013 da edição quebequense da revista ‘Elle’. Mas a exploração do álbum ainda não acabou, para dizer a verdade, ainda nesta semana elas divulgaram um novo clipe, ‘Cul-de-sac’.

 

 

Fontes:

http://lessoeursboulay.bandcamp.com/

http://amusicafrancofona.blogspot.com.br/

http://bangbangblog.com/les-soeurs-boulay-%E2%80%93-les-soeurs-boulay-ep

http://www.ledevoir.com/culture/musique/370065/21-nouveaux-talents-aux-francouvertes

Read more...


Exposição fotográfica ” Fabulous Crazy Horse ” – Riccardo Tinelli

Exposição fotográfica de Riccardo Tinelli de 02-11 abril 2014

Crazy Horse e Purgatoire-54 Paradis , espaço de evento dedicado à arte contemporânea e artes culinárias,  tem o prazer de apresentar do dia 2-11 de abril: Fabulous Crazy Horse, “qui es- tu derrière ces lumières?  uma exposição fotográfica exclusiva dedicada à feminilidade e glamour, nascida da união entre  a arte Riccardo Tinelli e  o Crazy Horse.

Depois de uma primeira colaboração com o famoso cabaré parisiense, Riccardo permaneceu sob o encanto deste monumento das noites parisienses, fascinado pela atmosfera que prevalece lá. Ansioso para desvendar os mistérios, Riccardo faz uma imersão nos bastidores do Crazy Horse e nos mostra a sua visão artística .

L’ambition première de Riccardo Tinelli était de capturer des instants uniques et privilégiés afin de montrer les danseuses telles qu’elles sont. Leur sensualité naturelle et spontanée cache la complexité et la rigueur qu’exige la danse professionnelle. Guidées par l’oeil complice du photographe, elles se sont alors prises au jeu des clichés pour révéler des moments d’intimité rare.

Venus Océane, Mika Do & Yasna Snigoura, 2013.
Impression digitale sur papier fine-art, 120×140 cm.

Verdadeira chamada para o glamour, o show no Crazy Horse desperta nosso desejo e desperta nossa imaginação. O principal objetivo do Riccardo Tinelli era capturar momentos únicos e especiais para mostrar as bailarinas como elas são. Sua sensualidade natural e espontânea esconde a complexidade e rigor exigido da dança profissional. Guiados pelo olhar atento do fotógrafo, então eles são  levados para os clichês do jogo para revelar momentos de intimidade rara.

ch

L’exposition permet au spectateur de
découvrir « derrière les lumières » l’âme du célèbre cabaret parisien.

L’ambition première de Riccardo Tinelli était de capturer des instants uniques et privilégiés afin de montrer les danseuses telles qu’elles sont. Leur sensualité naturelle et spontanée cache la complexité et la rigueur qu’exige la danse professionnelle. Guidées par l’oeil complice du photographe, elles se sont alors prises au jeu des clichés pour révéler des moments d’intimité rare.

L’ambition première de Riccardo Tinelli était de capturer des instants uniques et
privilégiés afin de montrer les danseuses telles qu’elles sont. Leur sensualité naturelle et spontanée
cache la complexité et la rigueur qu’exige la danse professionnelle. Guidées par l’oeil complice du
photographe, elles se sont alors prises au jeu des clichés pour révéler des moments d’intimité rare.

 Atrás das luzes, as meninas Crazy Horse revelam um mundo fantástico e mítico.

 

Brilhando com posturas corporais ousadas. Figurinos preciosos e elegantes. Olhos misteriosos e , sorrisos travessos. Mulheres brincalhonas e sedutoras …

Através de suas fotografias, Riccardo Tinelli conta a fascinante personalidade das dançarinas que abandonam a sua paixão pela dança. Muito mais do que uma paixão, é uma obsessão generalizada, um veículo para a criatividade e uma fonte de comunicação.

A exposição permite ao espectador ver “por trás das luzes” , a alma do cabaré parisiense.

Riccardo Tinelli

Riccardo Tinelli nasceu em Treviso, Itália. Ele é um fotógrafo  profissional. Foi com a idade de 17 anos  que Riccardo comprou sua primeira câmera. Desde então, ele continua a fotografar e encontra inspiração na vida cotidiana. Ele reproduz um mundo dinâmico, com formas doces e coloridos e paisagens exóticas.

Ele divide seu tempo entre Nova York e o décimo arrondissement de Paris.

Fabuloso Crazy Horse: “Quem é você por trás dessas luzes?” 
Exposição fotográfica de Riccardo Tinelli 

De 2 a 11 de abril de 2014 
Purgatoires-54 Paradis

54 rue de Paradis, 75010 Paris.

galeria está aberta ao público de segunda a Sexta das 10:00 às 18:00 h, exceto evento particular e excepcional.

Informações: 
01 48 78 77 13 -

 

fonte:

http://www.lecrazyhorseparis.com/fr/dernieres-news/fabuleux-crazy-horse.

http://vanessassecrets.net/2014/03/12/fabuleux-crazy-horse-au-purgatoire/

http://le-purgatoire-paris.fr/

http://obsession.nouvelobs.com/people/20140320.OBS0618/photos-les-diablesses-du-crazy-au-purgatoire.

http://www.peopleinside.fr/fabuleux-crazy-horse-au-purgatoire-exposition-photographique-de-riccardo-tinelli/news/74389

Read more...

Flickr

RSS URL not defined

Entre em contato!

Tel. 55 11 9641 0432

Áreas atendidas – São Paulo, SP
_Higienópolis
_Pacaembú
_Perdizes
_Bela Vista
_Outras áreas: consulte!

Visite minhas redes sociais:

Scroll to top