Invent

Festa da Francofonia 2015


Para celebrar a cultura francesa, chega a São Paulo mais uma edição da Festa da Francofonia, que promove shows, espetáculos de teatro, contações de histórias, mostra de cinema, gastronomia e muito mais. O festival acontece de 17 a 31 de março em diversos espaços culturais da capital, e as atrações variam muito de preço. Para ver a programação completa, acesse o site da Aliança Francesa.

Durante esses dias, uma série de eventos culturais, envolvendo música, cinema, teatro, literatura, exposições e conferências, que ilustram a diversidade francófona . Confira a programação completa no site oficial da festa http://www.aliancafrancesa.com.br/francofoniasp/

REALIZAÇÃO: Consulado Geral da França em São Paulo; Bureau Export; Consulado Geral da Bélgica em São Paulo; Consulado Geral da Suíça em São Paulo; Consulado Geral do Canadá em São Paulo; Escritório do Québec em São Paulo; Aliança Francesa de São Paulo
PARCERIA: SESC-SP
APOIO INSTITUCIONAL: APFESP; AUF
PATROCÍNIO: Chez France

Programação

CINEMA

Mostra de Cinema da Francofonia
https://www.facebook.com/events/1412526985715883/
Cinéclub Aliança Francesa + Reserva Cultural

Os paulistanos que gostam de cinema em francês têm um prato cheio nesta semana. O Sesc Vila Mariana e a Aliança Francesa vão fazer, entre terça e sábado, a Mostra de Cinema da Francofonia, que é parte da Festa da Francofonia 2015. Dois filmes também serão exibidos no dia 28.

Tango livre


Oito filmes da França, Canadá, Suíça, Bélgica e Argélia foram selecionados para a mostra. A maioria deles é recente, como “Tango livre”, premiado no Festival de Veneza 2012. Outro destaque é “Yema”, filme argelino que fala sobre os conflitos entre o governo e rebeldes islâmicos no país.

A mostra acontece em quatro horários: 11h, 14, 17h e 20h. O valor do ingresso R$ 12, a meia-entrada custa R$ 6, e trabalhadores matriculados no Sesc não pagam nada. A programação pode ser consultada no site da Aliança Francesa.

Mostra de Cinema da Francofonia
Local: Sesc Vila Mariana – Rua Pelotas, 141 (auditório, 1° Andar – Torre A)
Telefone: 11 5080-3000
www.sescsp.org.br
Datas: 17, 18, 19, 20, 21 e 28/03, às 11h, 14h, 17h e 20h
Ingressos: R$ 12,00 (inteira), R$ 6,00 (meia), grátis para trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no SESC e dependentes

MÚSICA
Shows da ZAZ, Stromae, Angélique Kidjo, Piaf! O Show e Stéphane San Juan

LÍNGUA E LITERATURA
Jornada de Contadores de Histórias
Concurso das 10 palavras

ARTES CÊNICAS
Teatro – As Criadas (Grupo TAPA)

FRANÇA NA FRANCOFONIA
Conhecido como “o autor maldito do século XX”, Jean Genet é um dos maiores dramaturgos, poetas e escritores franceses do período. Suas obras abordam temas fortes, como o poder e a perversão, e impressionaram personalidades da época como Jean-Paul Sartre – que chegou até a escrever um ensaio sobre o autor – e Michel Foucault. Quer conhecer mais da obra de Genet? Está em cartaz no Teatro Aliança Francesa a peça ‘As Criadas’, com o grupo TAPA. Não perca!

Para o espetáculo “As Criadas” o elenco, dirigido por Eduardo Tolentino, será formado pelas atrizes Clara Carvalho, Denise Weinberg e Emilia Rey. O espetáculo conta a história de de duas irmãs, Clara e Solange, que planejam dia após dia a morte de sua patroa. Inocentes ou vilãs, assumem o risco de seus planos, que acabam por levar o “amado” de sua Madame para a prisão. As vezes criadas, as vezes patroas, a peça se confunde em um jogo de poder e submissão, amor e o ódio.

Por onde foi montado em vários países, o espetáculo já teve distintos estilos. Realista, ritualista, surrealista e até tropicalista. Para essa montagem o diretor Eduardo Tolentino brincará com a questão do mocinho e bandido que faz parte do imaginário masculino assim como a casa de bonecas que pertence ao universo feminino. Por exemplo, na ausência da patroa as criadas experimentam seus vestidos como meninas quando a mãe sai de casa. Porém quando a patroa/mãe volta, elas não conseguem cometer o assassinato simbólico com o chá envenenado, apenas conseguiram denunciar o amante/pai a polícia para afastá-lo de Madame/mãe.

Dança – Compagnie Virginie Brunelle

Foi em cafeterias e centros de convivência que a coreógrafa quebequense Virginie Brunelle, de 32 anos, iniciou as observações que resultaram no segundo espetáculo de sua autoria. A interação entre os casais, com suas semelhanças e divergências, convergiu em um ponto comum sob os olhos da artista. O resultado de sua reflexão tem chamado atenção da crítica especializada e cumprido temporada em diversos países, como Dinamarca, Coreia do Sul, Líbano e Itália. Também há apresentações marcadas neste ano na Bélgica e Holanda. No Brasil,Complexo dos Gêneros faz sessões no Sesc Pompeia nos dias 20 e 21 de março, sexta-feira e sábado, às 21h.

complexo1

Sobre as referências íntimas, Virginie conta que utiliza as sensações e emoções destacadas entre o sono e a vigília para levar propostas de movimentos aos seus bailarinos. “São coisas sem forma que eu tento situar no corpo dos dançarinos. O importante é gerar uma emoção autêntica”, explica a coreógrafa. Os movimentos do espetáculo são intensos e investigativos, como se os corpos se buscassem o tempo inteiro.

Segundo a coreógrafa, em alguns momentos eles são até grotescos. No momento inicial da peça, por exemplo, bailarinas viradas de costas para o público escondem com a saia as pernas de bailarinos que estão deitados embaixo delas. A imagem, que parece recriar um só corpo, desenha uma das percepções de Virginie.

O figurino asséptico e simples dá destaque aos corpos. “A peça traça uma estética que visa o trabalho do corpo; a pele que se avermelha ao toque do outro, por exemplo. O tema pretende não esconder a verdade”, complementa Virginie. A luz, assinada por Alexandre Pilon-Guay, parceiro de outras produções da Compagnie Virginie Brunelle, contorna os bailarinos sem dar destaque especial a eles. O trabalho é minucioso e discreto, mas deixa uma marca atraente no espetáculo.

Foto: Mathieu Doyon/Divulgação

EXPOSIÇÃO


On joue sur la terre

A cada ano, desde 2010, a Fundação Aliança Francesa organiza um grande concurso de foto junto as redes das Alianças Francesas no mundo. Por ocasião da sua 4a edição, o tema “On joue sur la Terre” (O Mundo joga) foi escolhido.

Jogar peão, Futebol ou cartas. São inúmeras as formas de jogar, sejam elas apenas para se distrair, praticar esportes ou até mesmo jogos de azar. A fim de explorar o olhar sensível e fotográfico acerca desse universo, a exposição “On Joue sur la Terre”, reúne os 55 melhores trabalhos fotográficos do concurso.

 

Olhares Cruzados

OLHARES CRUZADOS – REGARDS CROISÉS – EXCHANGING GLANCES
Brasil e Canadá: dois países jovens, nascidos no Novo Mundo e formados a partir da constante incorporação de povos, culturas e referências.
Montreal e São Paulo: duas metrópoles multiculturais.

O Instituto Cultural Brasil Canadá – ICBC, com o apoio da Câmara de Comércio Brasil Canadá – CCBC e com a Curadoria do renomado Claudinei Roberto da Silva (Eca/USP Museu Afro-Brasileiro), convidou um fotógrafo canadense – Luc Dubois de Montreal e um fotógrafo brasileiro – Renato Negrão de São Paulo, para registrarem em imagens a incursão destes artistas nestas cidades tão especialmente peculiares. Durante um breve período de tempo, cada fotógrafo mergulhará na cidade e na cultura do outro, construindo a narrativa desses “olhares entrecruzados”. Esta é a página onde os artistas alimentarão, em conjunto, as suas ansiedades, reflexões e percepções, compartilhando ideias e experiências, e contando com a participação de todos para descobrirmos juntos o que há de interessante, exótico, amargo, triste e belo, tanto no Brasil quanto no Canadá.

Abertura da exposição em São Paulo. Obrigado a todos que fizeram deste belo projeto uma realidade!! Próxima etapa: exposição em Montreal!!! — com Luc Dubois e Renato Negrão.

GASTRONOMIA
Semana do Chocolate Belga

Fritas com maionese de chocolate branco, do Arola Vintetres

Fritas com maionese de chocolate branco do Arola Vintetres

A Bélgica produz 172 mil toneladas de chocolate por ano, a maioria para exportação

CHOCO.BE – FESTIVAL DO CHOCOLATE BELGA

Evento promove o chocolate belga em mais de 30 experiências em São Paulo.

“O ministro do Comércio Exterior da Bélgica e o Cônsul Geral em São Paulo, ao lado de renomadas marcas e chefs – como Alex Atala e Dominique Persoone – vão promover o chocolate belga em mais de 30 experiências. É o Choco.be, que acontece de 14 a 21 de março, em São Paulo.

Organizado pelo Consulado Geral da Bélgica em São Paulo, o Festival Choco.be promoverá degustações, cursos, brunchs, chás da tarde e jantares – um deles assinado pelo chef Alex Atala e o chocolatier belga Dominique Persoone.

divulgação

PROGRAMAÇÃO

Apaixonados por chocolate, os brasileiros poderão no Choco.be experimentar novos sabores e ter experiências inusitadas com essa maravilha belga. Serão mais de 30 atividades, algumas delas gratuitas, para escolher e saborear. A programação completa do evento pode ser conferida no site oficial do evento. Os ingressos podem ser adquiridos através do site foodpass.com.br.

CHOCOLATE BELGA

Atualmente, a Bélgica produz 172 mil toneladas de chocolate por ano, a maioria para exportação. A exportação de chocolate belga para o Brasil aumentou em 22% em 2013 e em 34% em 2014. A média de consumo anual per capita de chocolate na Bélgica é de 9 kg, no Brasil ainda é de 2,5 kg por ano.

Tão cobiçado quanto suas cervejas, o chocolate belga conquistou ótima reputação graças a vários atributos em sua fabricação. A Callebaut, que cria chocolates no coração da Bélgica há mais de cem anos, é uma das raras empresas que seleciona, torra e mói as amêndoas para elaborar sua própria massa de cacau – o principal ingrediente na produção do chocolate. Apenas as melhores, as mais raras e as exclusivas variedades de cacau são selecionadas. As amêndoas são torradas inteiras para preservar a delicadeza dos aromas e conferir intensidade e complexidade de sabores. Todos os ingredientes são moídos delicadamente e incorporados com precisão e paciência até que a textura alcance a perfeição.

Outro cuidado adotado pelas marcas belgas na fabricação do chocolate ao leite se estende na dosagem de cacau, considerado um superalimento pelos nutricionistas por ser rico em nutrientes. No belga, a porcentagem é mais acentuada (43% em vez dos 35% frente aos outros chocolates). “Além disso, ele contém menos açúcar, o que o torna mais saudável”, afirma Vanderhasselt, cônsul-geral da Bélgica em São Paulo.  ” ( Marina Marques redator(a) )

 

Good de / Goût de France – jantar à francesa

Grande evento internacional dedicado à gastronomia francesa, Goût de France – Good France –, organizado pelo chef Alain Ducasse, acontece no dia 19 de Março, próxima quinta-feira.

www.raphaelcriscuolo.com.br

Nesse dia, mais de 1300 chefs de todo o mundo, espalhados por cinco continentes, vão realizar um jantar-homenagem celebrando a excelência da cozinha francesa. Um dos restaurantes paulistanos a participar do Goût dev France – Good France é o Avek, comandado pelo chef francês Alain Uzan.

Para o jantar – vraiment français, comme il faut – Alain Uzan elaborou cardápio com entrada fria, entrada quente, pratos de peixe, de ave e de carne, queijo e sobremesa. Em cada item, são duas opções à escolha do cliente.

O menu completo custa R$ 165 por pessoa e 5% da renda obtida será destinada pelo Avek à Arca do Saber, ONG Franco-Brasileira criada em 2001 com o objetivo de administrar uma escola maternal na Vila Prudente, uma das mais antigas comunidades de São Paulo.

Conheça o Menu Goût de France – Good France
(Jantar homenagem à excelência da cozinha francesa)

Entrée froide
Duo de salmão (tartar de salmão sobre salmão marinado)
ou
três ostras frescas

Entrée chaude
Três ostras à moda de Nantes
ou
Petit camembert empanado sobre abacaxi caramelizado

Poisson ou crustacé
Rolinho de robalo com lagostim sobre risoto de aspargos, com molho bisque
ou
Risoto de pato com shitake, shimeji e azeite trufado

Viande ou volaille
Miolo de alcatra com molho do chef
ou
Parmentier de cordeiro com purê de cará

Fromage
Queijo de cabra sobre folhas

Dessert
Mousse de chocolate belga (receita do pai do chef)
ou
Paris-Brest com creme de avelã

 AVEK - Petit camembert empanado sobre abacaxi caramelizado - Foto Raphael Criscuolo (1)

www.raphaelcriscuolo.com.br

Vins qui accompagne les plats
Champagne Vollereaux Brut Réserve
Château Saint-Maurice Les Parcelaires (branco)
Château Saint-Maurice Les Parcelaires (rosé)
Château Boucarut (tinto)
Banyuls Rimage Cornet e Cie

Avek, Champagne Vollereaux Brut Réserve

 

 

 

O menu completo custa R$ 165.
Com os cinco vinhos (uma taça de cada um), o preço passa a R$ 285.
Os pratos podem ser também pedidos separadamente.
Os preços de cada um: duo de salmão R$ 32; ostras frescas R$ 16; ostras à moda de Nantes (R$ 19,90); petit camembert (R$ 29); rolinho de robalo (R$ 78); risoto de pato (R$ 49); miolo de alcatra (R$ 52); parmentier de cordeiro (R$ 49); queijo de cabra (R$ 28); mousse de chocolate belga (R$ 26); Paris-Brest (R$ 26).

No próximo dia 19 de Março de 2015 – véspera do início da primavera na Europa –, mais de 1.300 chefs, de todo o mundo, espalhados por cinco continentes, vão realizar um jantar-homenagem celebrando a excelência da cozinha francesa.

O objetivo do jantar Goût de France – Good France é proporcionar um melhor conhecimento da gastronomia francesa em nível internacional, ilustrando assim concretamente a sua inscrição como patrimônio mundial pela Unesco e a sua influência em todo o mundo.
O evento, organizado pelo chef Alain Ducasse, tem apoio das embaixadas francesas e de Laurent Fabius, ministro das Relações Exteriores e do Desenvolvimento Internacional da França. Todos os chefs/restaurantes participantes vão oferecer um menu especial com duas entradas e dois pratos: champagne como aperitivo, entrada fria, entrada quente, peixe ou crustáceo, carne, seleção de queijos franceses e sobremesa à base de chocolate. Todo o jantar acompanhado por vinhos franceses e digestivo francês.
O valor relativo a 5% das vendas será destinado a uma ONG ligada à área da saúde.
Mais informações em: http://int.rendezvousenfrance.com/en/gout-france-good-france

Serviço
AVEK - Restaurante e Loja de Vinhos
Rua Joaquim Antunes 48, Jardim Paulistano. São Paulo – SP
Telefone: (11) 3061-1125 e 2507-5932
Site: avek.com.br.
Para o jantar Goût de France – Good France é especialmente recomendável fazer reserva.
        Horários de funcionamento:
ALMOÇO de segunda a sexta das 12 às 15 horas e sábado e domingo das 12 às 16 horas;
JANTAR de segunda a quinta das 19 às 23 horas e sexta e sábado das 19 às 23:30 horas.

Fique por dentro das novidades e bastidores através do Instagram @francofoniasp - http://www.instagram.com/francofoniasp

 

Fontes:

https://catracalivre.com.br/sp/agenda/gratis/festa-da-francofonia-2015-chega-a-sao-paulo-com-extensa-programacao/

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/03/sesc-e-alianca-francesa-fazem-mostra-de-filmes-em-frances.

http://www.aliancafrancesa.com.br/hotsite.aspx?tipo=1

http://www.teatroaliancafrancesa.com.br/eventosteatro.aspx?id=71

https://www.facebook.com/festadafrancofoniasp/photos/a.305358306256057.1073741828.301950243263530/402046909920529/?type=1&theater

http://www.aliancafrancesamanaus.com/events/exposicao-joue-sur-la-terre/

http://www.guiadasemana.com.br/evento/restaurantes/choco-be-festival-do-chocolate-belga-14-03-2015

http://wikilicias.com.br/2015/03/12/restaurante-avek-sob-o-comando-do-chef-alain-uzan-participa-do-gout-de-france-evento-que-reune-chefs-de-todo-o-mundo/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Flickr

RSS URL not defined

Entre em contato!

Tel. 55 11 9641 0432

Áreas atendidas – São Paulo, SP
_Higienópolis
_Pacaembú
_Perdizes
_Bela Vista
_Outras áreas: consulte!

Visite minhas redes sociais:

Scroll to top