Invent


Cantora francesa “L” em turnê no Brasil

 

A cantora francêsa “L” em turnê no Brasil

02/05/2012 : Brasilia
03/05/2012 : SESC Belenzinho – São Paulo
07/05/2012 : Teatro Alvaro de Carvalho, Centro – Florianopolis
09/05/2012 : Teatro SESC – Av Alberto Bins, 665 – Porto Alegre
10/05/2012 : SESC – Pelotas
11/05/2012 : São Leopoldo
12/05/2012 : SESC – Caixias do Sul

 

Lorsqu’on lui demande pourquoi la lettre L… “C’est évidemment l’initiale de mon nom, mais pas seulement. C’est aussi, par le seul fruit du hasard, celle des noms de famille de tous mes grands-parents. C’est une lettre présente dans mon prénom et empreinte de féminité. C’est également un roman de Romain Gary, Lady L., une chanson de Babx – compagnon de longue date – et bien d’autres choses encore…”. Manière de dire qu’il peut s’en cacher, des choses, et qu’il peut s’en tramer, des histoires, derrière une simple initiale. Et on ne s’étonne pas, alors, de voir s’épanouir tout un univers sous le titre d’Initiale, son premier album. Un univers couleur crépuscule, pétri des visions et des chimères de son auteur-compositeur, où se mêlent les mirages persistants du réel et les vérités flottantes de l’irréel.

http://www.myspace.com/lmusique

 

 

Read more...


Il pleure dans mon coeur… Paul Verlaine


Le boulevard sous la pluie
 ; Gustave Caillebotte (1877)

Il pleure dans mon coeur
Comme il pleut sur la ville.
Quelle est cette langueur
Qui pénètre mon coeur ?

Ô bruit doux de la pluie
Par terre et sur les toits !
Pour un coeur qui s’ennuie,
Ô le chant de la pluie !

Il pleure sans raison
Dans ce coeur qui s’écoeure.
Quoi ! nulle trahison ?
Ce deuil est sans raison.

C’est bien la pire peine
De ne savoir pourquoi,
Sans amour et sans haine,
Mon coeur a tant de peine !

PAUL VERLAINE

Paul Marie Verlaine (30 de Março de 1844 – 8 de Janeiro de 1896) é considerado um dos maiores e mais populares poetas franceses.

No final do século 19, os críticos incluíram Verlaine entre os chamados “poetas malditos”, como Arthur Rimbaud. A expressão, aliás, é do próprio Verlaine, eleito em 1894 o “Príncipe dos Poetas”, ao final de uma vida desregrada por Paris, Rethel, Bruxelas e Londres.

Verlaine teve uma infância feliz em Ardennes no norte da França, apesar de ter um pai autoritário e uma mãe super protetora. Em agosto de 1862, Verlaine completou os estudos secundários em Paris, onde seus pais se instalaram em 1851, e foi morar com a família materna no norte da França. Ali, entre a paisagem melancólica que correspondia a seu estado depressivo e os livros de Baudelaire, apaixonou-se pela prima Elisa Moncomble. O amor impossível o levou a beber em demasia.

De volta a Paris, ele se habituou à “fada verde”, o absinto. Começou então a estudar direito. Empregou-se numa companhia de seguros e, em seguida, na Prefeitura. Mas nada lhe interessava e ele passou sete anos entediando-se nos cafés, onde escreveu versos e conheceu os parnasianos.

Em 1866, sua coletânea “Poemas Saturninos”, editada graças a sua prima Elisa, fez com que ele fosse notado pela crítica. Em sua poesia de musicalidade lírica e singular, Verlaine expressava os arrebatamentos da alma, transpondo seus sentimentos em impressões, através de paisagens nostálgicas e refinadas.

Em 11 de agosto de 1870, o poeta se casou com Mathilde Mauté de Fleurville, que não tinha mais do que dezesseis anos, numa tentativa de acomodar-se a uma vida familiar, simples e tranqüila. Escreveu “A Boa Canção” inspirado na esposa. Mas em setembro de 1871, o jovem que o fascinava, Arthur Rimbaud lhe escreveu e dias mais tarde, chegou a Paris. Os dois se tornaram amantes. Em fevereiro de 1872, Mathilde pediu a separação. Para acalmar a esposa ultrajada, o poeta afastou Rimbaud. Mas o adolescente foi mais persuasivo e eles pegaram a estrada para Bruxelas. Depois seguiram para Londres.

De volta ao continente, Verlaine trabalhou em “Romances sem Palavras”, enquanto Rimbaud publicou algumas páginas que revolucionam a literatura moderna: “Uma temporada no inferno”. Depois de várias rupturas e reconciliações, em 1873, Verlaine deu um tiro de pistola em Rimbaud, em Bruxelas.

O poeta foi preso e condenado, passando dois anos na prisão. Em 1874 “Romances sem Palavras” foi lançado. Verlaine, em seu cárcere de Mons, compôs poemas místicos, marcas de arrependimento, que foram publicados posteriormente em “Sabedoria” (1881) e “Outrora e recentemente” (1884), mas também poemas eróticos, como em “Parallèlement” (1889).

Ao sair da prisão em 1875, Verlaine foi para a Inglaterra, onde deu aulas durante dois anos. Em 1880 fixou-se em uma fazenda perto de Rethel, com seu novo amante Lucien Létinois, um ex-aluno da instituiçãoem que Verlaine ensinou durante dois anos e de onde eles foram expulsos por causa de sua “amizade particular”. Mais uma vez o amor se rompeu e o poeta naufragou no álcool. No ano seguinte, Verlaine voltou a viver com sua mãe em Paris, onde morreu aos 52 anos.

 

O tempo em que Rimbaud e Verlaine passaram juntos foi o tema do filme Total Eclipse (1995), dirigido por Agnieszka Holland e com roteiro de Christopher Hampton, baseado em sua peça. Verlaine foi interpretado por David Thewlis.

 

 

Read more...


Nathalie Joly com o espetáculo “Je ne Sais Quoi” na USP, dias 26 e 27 de Abril

Cantora francesa faz duas apresentações na USP


ECA e CEUMA receberão Nathalie Joly com o espetáculo Je Ne Sais Quoi.

Nos dias 26 e 27 de abril, a Universidade de São Paulo recebe a cantora e atriz francesa Nathalie Joly para duas apresentações gratuitas do espetáculo Je Ne Sais Quoi (em português “Não Sei o Quê). O espetáculo, baseado nas canções de Yvette Guilbert e sua correspondência com o pai da psicanálise, Sigmund Freud, terá além da cantora o acompanhamento do pianista Jean Pierre Gesbert, sob o olhar cúmplice de Jacques Verzier.

Nathalie Joly construiu o espetáculo Je Ne Sais Quoi a partir de dezenove canções e dezoito cartas inéditas, escritas entre 1926 e 1939 (período em que Freud refugiou-se em Londres). A francesa Yvette Guilbert foi cantora de cabaret e atriz na Belle Époque.

Serviço:

Evento Je Ne Sais Quoi com Nathalie Joly

  • Data e horário: 26 de abril de 2012 às 17 horas
  • Local: Sala Alfredo Mesquita, Escola de Arte Dramática localizada no prédio da Escola Comunicações e Artes (ECA)
  • Endereço: Avenida Prof. Lucio Martins Rodrigues, 443 – Cidade Universitária – São Paulo/SP.
  • Data e horário: 27 de abril de 2012 às 19 horas
  • Local: Salão Nobre do Centro Universitário Maria Antonia
  • Endereço: Rua Maria Antonia, 294 – 3º andar – São Paulo/SP.
* Mais informações: Sandra Lima / mtb 22892 / Tel: 3091-8503/2248

Quem é Nathalie Joly

Nathalie Joly recebeu vários prêmios durante sua carreira. Em 1989, ganhou o prêmio de canto por unanimidade no Conservatório de Boulogne Billancourt, e o de música em 1992, pelo mesmo conservatório.
Apaixonada pelas formas do “cantar falado”, e particularmente pela música de Kurt Weill, Joly dirigiu suas pesquisas para o repertório dos anos 30 e 40. No“Ano da França no Brasil”, apresentou-se no SESC com o espetáculo “Paris Bukarest”

Read more...


Champs Elysées – Il y a tout ce que vous voulez !!!

A avenida mais famosa do mundo, foi criada em 1667 pelo paisagista André Le Nôtre, onde se encontra o famoso Arco do Triunfo.  A avenida tem aproximadamente70 metrosde largura e em cada extremidade você encontrará um edifício importante ou mesmo um monumento.Fica situada entre a Place de l’Étoile, o Arco do Triunfo e a Place deLa Concorde.

Toda arborizada,com vários cafés, restaurantes e lojas  hoje em dia um passeio bem de turista, mas obrigatório.

Veja em 360ºhttp://www.champselysees.org/365visit/

 Se estiver em Paris dia 14 de julho aproveite a festa da Queda da Bastilha, com desfiles e fogos na avenida mais bonita do mundo!

Vale a pena passear ao longo da Champs Elysées!!!

Veja o mapa que legal: http://www.champselysees.org/plan/index2.html

Site Oficial: http://www.champselysees-paris.com/

Vamos agora ouvir uma música bem conhecida de Joe Dassin que canta maravilhosamente esta Avenida

 

Read more...

No posts to display

Flickr

RSS URL not defined

Entre em contato!

Tel. 55 11 9641 0432

Áreas atendidas – São Paulo, SP
_Higienópolis
_Pacaembú
_Perdizes
_Bela Vista
_Outras áreas: consulte!

Visite minhas redes sociais:

Scroll to top